Meus queridos parentes!

Que o nosso pai Tupã esteja iluminando a todos nós!
Parentes INDIOS ON-LINE, aqui não está fácil, muita saudade da minha aldeia e de todos os parentes, literalmente, não nascí para viver em selva de pedra, surgem dificuldades a todo instante.
Ainda bem, que será por pouco tempo, o suficiente para terminar minha graduação. Mas, de uma coisa tenho certeza, e me
faz ter coragem para continuar lutando, sei que todos vocês estão
torcendo para tudo dar certo, e que cada um estão fazendo sua parte,
assim como eu estou tentando fazer a minha.
Podem acreditar, assim como eu, tudo dará certo, é só uma questão de
tempo, às mudanças não ocorrem de forma rápida, como desejamos, que
aconteçam.
Precisamos oferecer nossa contrapartida, mantermos firmes em nossos
propósitos, fortalecer nossa cultura e tradição, esse é o ponto
crucial, sempre orientar os nossos jovens, para não se iludirem, com
às fantasias do mundo ocidental. Porque o que nos torna diferente, é a
forma como vivemos, que hoje, é motivo de inveja de muito deles, ouço
muito dizerem, como gostariam de ser como nós.
Ouço também, muitas críticas, umas infundadas, pela ignorância que os
assolam, outras com certo cunho verdadeiro, quando falam de muito dos
nossos, que estão passando para o lado deles, entendem? Do uso de
drogas alucinantes, do vício da embriaguez, sei que não estão de tudo
errados, porque às vezes assumimos posturas, que não são nossas,
achando que podemos tudo. Por eles acharem que podíam tudo,
acreditando ser o homem o centro do universo, que hoje, estão
perdidos, matando a si mesmos, e todas às formas de vidas existentes
na Terra.
E, o que nos garante nossos direitos é a nossa cultura e tradição,
nossa forma de relacionar com o meio ambiente em que vivemos, não
implica em nossa evolução, como seres humanos, que somos, mas, devemos
garantir nossa forma de viver.
Minha ida a São Paulo foi bastante proveitosa para todos nós,
obtivemos reconhecimento dos presentes, e tudo está caminhando para um
futuro promissor. Quando eu sempre acreditei no projeto índios on
line, e infelizmente, muitos dos nossos não acreditaram, ou continuam
não acreditando, foi porque sempre enxergo a frente, o que estar por
vir. E, que não devemos fazer juízo de valor daquilo, que não
conhecemos de fato. Por falar nisso, gostaria, que vocês levassem
ÍNDIOS ON LINE para a Itapuã, precisamos nos fazer presentes,
mostrarmos nossa força, nossa resistência para o mundo inteiro!
Tornar nossos jovens participativos na construção de um mundo melhor,
para às futuras gerações!
Precisamos nos fortalecer, isso requer esforço de todos, e não apenas de um pequeno grupo.
Deixarmos de lado, o que aprendemos de ruim, com a cultura ocidental,
ela quem está destruindo o planêta!!! Estão todos perdidos aqui fora,
um monte de loucos, sem saber o que fazer. Em maio estarei
participando de um evento aqui na UFBA, a minha professora de
Cominicação, me convidou para está falando sobre consumo consciente,
estão tentando a todo custo frear a demanda deles por adquirerem mais
e mais, esgotando todas às riquezas naturais existentes, e hoje,
servimos de exemplo.
Essa minha ida a São Paulo, estou sendo
reconhecida como filósofa e escritora, isso meus irmãos é muita
responsabilidade, e uma vitória nossa, de todo Povo Tupinambá, e que
se não fosse ÍNDIOS ON LINE, talvez, nada disso pudesse está
acontecendo.
Precisamos nesse momento, estarmos todos unidos, e mais uma vez,
dizendo fortalecidos na nossa cultura e tradição! Sermos
verdadeiramente, o que somos de fato, povos da floresta, sem com isso,
nos afastarmos dos outros, e sim tentarmos juntos construir o melhor,
sem abandonarmos o que somos. Não estamos aqui para
discriminarmos às pessoas, sermos preconceituosos, como eles são,
(existem excessões),porque só existe uma raça de humanos, nossa diferença, está na forma como vivemos.
E, também, não vamos crucificar, nem guardarmos mágoas e rancores, com
todos que vivem a cultura ocidental, coitados, muitos estão sem direção, e não sabem o que fazem. Precisamos sim, com nossa conduta “diferente”, mostrarmos que sempre existiu uma outra forma de viver, e que não agride a Mãe Natureza, e tudo que nela existe!

Que Tupã, e os espíritos dos nossos antepassados, nos guiem sempre!
PRECISAMOS RESISTIR SEMPRE. SOMOS TODOS GUERREIROS ATIVOS!!!

Yakuy Tupinambá
yakuy@indiosonline.org.br

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Muito boa reportagem , Yakuy, parabéns pelo seu senso crítico , precisamos as vezes reconhecer nossos erros também, para podermos melhorar como pessoas e cidadãos. Você pelo que vejo , além de ser uma batalhadora pela causa e por seu povo , tem tudo para ser uma futura liderança Tupinambá , se já não for, , e sobretudo conhecedora dos direitos e das leis de defesa dos povos indígenas. Esse é o caminho certo com certeza !!! Ainda ouviremos falar muito de vc na defesa da causa indigena.Parabéns!!!!!!!

  2. “Precisamos sim, com nossa conduta “diferente”, mostrarmos que sempre existiu uma outra forma de viver, e que não agride a Mãe Natureza, e tudo que nela existe!”
    PARABÉNS YAKUY!!! SÁBIAS PALAVRAS!!!
    Que tuas palavras ecoem pelo mundo,
    que elas sejam ouvidas…entendidas…e finalmente seguidas!!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here