A comunidade indígena Kariri-Xocó tem acesso livre a nossa escola, alunos, pais de alunos, avós, agricultor, pescador, artesão, ceramísta, cantador de toré, caçador, curandeiro, pajé, cacique e conselheiros todos são participantes alunos e professores ao mesmo tempo.

Na realidade toda aldeia parece uma sala de aula, observamos em cada casa, uma oficina de artesanato onde mora os artesões, sementes de árvores, penas de aves, cera de abelha são a matéria prima para confeccionar brincos, pulseira, colares etc… Nas atividades educacionais são relacionadas as atividades agrículas em regime de mutirão: a coivara, plantio da roça, limpa da lavoura, batimento do feijão. O agricultor ensina na roça o cultivo do milho, algodão,mandioca, abóbora, feijão. Temos também nas casas das ceramístas mulheres trabalhandos com as meninas na arte do barro, confeccionando objetos de argila: potes, panelas, pratos e brinquedos. No pátio das casas os pescadores tercem suas tarrafas, redes de pesca, puçás, jeréré, outros faz cuwú de vara, assim os jovens aprendem tentando junto aos adultos. Mas todos os lugares da aldeia indígena, a Escola Pajé Francisco Queiroz Suíra todas essas atividades são repassados pelos adultos de forma pedagógica, porque os pais dos alunos tem acesso direto na educação do filho junto aos professores, além disso os” velhos nossas bibliotecas vivas “, tem papel fundamental. A música indígena o Toré é o canto que educa, as crianças dançam com movimentos circulares os fenômenos naturais, dança da chuva, dos pássaros, os conteúdos dos cantos traz temas históricos, sociais e culturais da vida do povo Kariri-Xocó. Temos ainda tiro ao alvo com arco e flechas em troncos de árvores, cabo de guerra, jogo de bola e voleybol. O Contador de História da Tribo Nhenety fala para as crianças o passado da tribo, nas margens do Rio São Francisco, dos costumes, da língua indígena, da fauna e da flora. Quando algué estar semcasa para morar a comunidade se reunem e faz um multirão chamado o ” tapamento de casa de taipa “. O Pajé Júlio Suíra sempre vai para a escola falar com as crianças para continuar a tradição indígena,que nunca deixem nossos costumes. O Cacique fala da luta pela terra, que ela é nossa mãe, devemos cuidar do meio ambiente.

Nhenety Kariri-Xocó.
2 comentários • Trackbacks (5) • Editar Edit…
Comentários:
Comentário de: Ara(Sandrapank); Pankarau [Visitante] Email
parabéns pela materia . Somos todos professores e alunos,as nossas aldeias nos encimam muito ela é realment uma sala de aula,
Editar Edit… Del Deletar 18.10.07 @ 10:59
Comentário de: Angelo Gonçalves [Visitante] Email
A educação se faz com todos os valores existentes à nossa volta. Educação é tarefa de todos. Educar não é simples transmissão de conhecimentos, é convivência e participação. Saber pode ser ensinado na escola, mas a sabedoria, não. Sabedoria é algo mais que envolve amor e a alma. Continuem assim, frutos bons vocês colherão sempre.
Editar Edit… Del Deletar 24.10.07 @ 08:50

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here