POEMA: A vida do índio

123 1966


O índio lutador,
Tem sempre uma história pra contar.
Coisas da sua vida,
Que ele não há de negar.
A vida é de sofrimento,
E eu preciso recuperar.

Eu luto por minha terra,
Por que ela me pertence.
Ela é minha mãe,
E faz feliz muita gente.
Ela tudo nós dar,
Se plantarmos a semente.

A minha luta é grande,
Não sei quando vai terminar.
Eu não desisto dos meus sonhos,
E sei quando vou encontrar.
A felicidade de um povo,
Que vive a sonhar.

Ser índio não é fácil,
Mas eles têm que entender.
Que somos índios guerreiros.
E lutamos pra vencer.
Temos que buscar a paz,
E ver nosso povo crescer.

Orgulho-me de ser índio,
E tenho cultura pra exibir.
Luto por meus ideais,
E nunca vou desistir.
Sou Pataxó Hãhãhãe,
E tenho muito que expandir.

Autor: Edmar Batista de Souza (Itohã Pataxó) 06/09/06

Artigos similares

123 comentários

  1. adorei esse poema muito legal não devemos discrimina as pessoas porque todas são importantes nesse mundo do jeito que é não importa se é índio ou não mas sim o seu valor

  2. eu adorei

    significado : que eu estou copiando para a aula de historia !
    eu acho que a professora vai GOSTAR do meu trabalho !!!!!!!!!!

    BJS !!!!!!!!!

Partilhe um comentário