unbfunai2

A Fundação Nacional do Índio (FUNAI) e a Fundação Universidade de Brasília (FUB), considerando o convênio firmado em 13 de maio de 2004, comunicam a realização de processo seletivo destinado a selecionar candidatos indígenas para provimento de vagas nos cursos de graduação em Agronomia, Enfermagem e Obstetrícia, Engenharia Florestal, Medicina e Nutrição, no 1º semestre de 2010, oferecidos pela Universidade de Brasília (UnB).

VAGAS: 10

LOCAIS DE PROVA:

As provas serão realizadas nos seguintes polos regionais: Barra do Corda/MA, Barra do Garças/ MT, Brasília/DF, Ji-Paraná/RO e Redenção/PA.
INSCRIÇÕES: As inscrições deverão ser efetuadas pelo candidato em formulário próprio, que deverá ser enviado, no período de 16 de novembro a 9 de dezembro de 2009, via SEDEX ou carta registrada com aviso de recebimento, para a Central de Atendimento do CESPE/UnB – Processo Seletivo FUNAI/UnB – Caixa Postal 4488, CEP 70904-970, Brasília/DF.

DAS INSCRIÇÕES NO PROCESSO SELETIVO

– O processo seletivo de que trata o presente comunicado será restrito a candidatos indígenas.
–  Os formulários de inscrição estarão disponíveis na Internet, no endereço eletrônico

http://www.cespe.unb.br/vestibular/conveniofunai_2010, na sede da Fundação Nacional do Índio, em
Brasília, e nas demais administrações executivas regionais ou núcleos de apoio locais, listados no Anexo I
deste Comunicado.
– Serão consideradas apenas as inscrições cujos formulários forem enviados com data de postagem
até 9 de dezembro de 2009.

NO EDITAL consta que:

3.3 No ato da inscrição, o candidato deverá encaminhar a documentação a seguir:
a) ficha de requerimento de inscrição correta e completamente preenchida, conforme Anexo II deste
Comunicado;
b) cópia de documento oficial de identidade, com fotografia, assinatura e número do Registro Geral
nítidos e sem rasuras;
c) cópia do comprovante de conclusão do ensino médio;
d) cópia do histórico escolar do ensino médio;
e) declaração de auto-reconhecimento do candidato, na qual deverá identificar o povo e/ou a
comunidade indígena a qual pertence, bem como sua relação detalhada com a aldeia e exposição de
motivos que o levaram a escolher o curso ao qual concorre, conforme Anexo III deste Comunicado;
f) questionário sócio-cultural, conforme Anexo IV deste Comunicado;
g) declaração de compromisso de que irá contribuir com atividades na área do curso escolhido junto a seu
povo e/ou comunidade, conforme Anexo V deste Comunicado;
h) documento de indicação e reconhecimento de seu povo, comunidade ou de uma organização indígena
com assinatura, obrigatoriamente, de 5 lideranças reconhecidas pelo seu povo indígena, conforme Anexo
VI deste Comunicado;
i) requerimento de atendimento especial, conforme subitem 3.13 deste Comunicado, se for o caso.
3.3.1 Se houver cacique/tuxaua e/ou pajé na aldeia, deverão ser incluídas suas assinaturas, entre as 5
assinaturas de lideranças necessárias, conforme alínea h do subitem 3.3 deste Comunicado.
3.3.1.1 Nos casos de indicação e reconhecimento pelo povo ou comunidade, conforme alínea h do
subitem 3.3 deste Comunicado, é necessário que tanto a coletividade quanto a(s) pessoa(s) que assina(m)
a declaração seja(m) claramente identificada(s).
3.3.1.2 Nos casos de indicação e reconhecimento por organização indígena, legalmente constituída de
acordo com a legislação civil, conforme alínea h do subitem 3.3 deste Comunicado, deverá ser feito o
devido preenchimento em papel timbrado e/ou utilizando carimbo da organização, constando no
documento tanto o nome da organização conforme seu Estatuto Social, quanto o seu CNPJ;
3.4 A ficha de requerimento de inscrição, as declarações, o questionário sócio-cultural e o documento de
indicação a que se refere o subitem anterior poderão ser entregues manuscritos, desde que em letra
legível. Os respectivos modelos estarão igualmente disponíveis na Internet, no endereço eletrônico
http://www.cespe.unb.br/vestibular/conveniofunai_2010.

Fonte: http://www.cespe.unb.br/vestibular/conveniofunai_unb2010/

logo-marca-unb-indigenas

Equipe:

Luiz Tukano

Antônio Kaimbé

Tanielson- Poran

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR
Indígena do Povo Tukano. Natural de São Gabriel da Cachoeira- Amazonas- Brasil. Estudante de Biologia pela Universidade de Brasília- DF

5 COMENTÁRIOS

  1. Obrigada pela informação!
    Pessoal quem tiver interesse e disponibilidade aproveitem!!!
    Vamos buscar estudar, adiquirir conhecimento para somar na luta de nossos povos!!!
    Grande Abraço!!

  2. ACHO O PROGRAMA VESTIBULAR INDÍGINA EXELENTE, POIS DA OPORTUNIDADE PARA QUE SÓ OS ÍNDIOS DISPUTEM ENTRE SI,SEM A PREOCUPAÇÃO DA CONCORRÊNCIA ENTRE AS CLASSES MAIS OU MENOS FAVORECIDAS ,SÓ QUE AS VAGAS DESTINADAS AOS ÍNDIOS SÃO POUCAS NA FACULDADE,A UNIVERSIDADE DE BRASILIA SÓ ESTÁ OFERENCENDO 10 VAGAS, SENDO ASSIM A MAIOR PARTE DE ALUNOS MATRICULADOS NA UNIVERSIDADE SÃO BRANCOS E PARDOS FICANDO A MINORIA DE MATRICULAS PARA ÍNDIOS E NEGROS, NÃO DEVERIA SER ASSIM,POIS HÁ BASTANTE ÍNDIOS INTERESSADOS EM EXPANDIR SEUS CONHECIMENTOS E SE TORNAR UM BOM PROFISSIONAL.

  3. INFELIZMENTE TEM PESSOAS UTILIZANDO A DOCUMENTAÇÃO INDIGENA INDEVIDAMENTE SEM SER INDIGENA, ACHO QUE DEVERIA TER UMA FISCALIZAÇÃO MAIS RIGOROSA, FIQUEI DE QUEIXO CAIDO QUANDO A PESSOA ME DISSE QUE PASSOU NO VESTIBULAR MAIS CONCORRIDO SEM NEM SE INDIGENO E CONSEGUI A ASSINATURA

  4. ISSO É TRISTE POIS AS COMUNIDADES INDIGENAS NÃO VÃO TER BENEFICIO NENHUM POIS ESTAS PESSOAS QUE ESTÃO FALSIFICANDO A DOCUMENTAÇÃO, NÃO TEM RAIZ INDIGENA

  5. Pois é Gustavo, estamos tentando a medida do possível selecionar indígenas comprometidos com a questão indígena. No momento são cobrados 5 assinaturas de lideranças ou indicação de organização indígena devidamente legal.
    Infelizmente, alguns estudantes que foram indicados, não possuem proximidade com a questão indígena, isso deixa nós estudantes tristes. Até porque não foi comprovado nenhum TIPO DE FRAUDE. Ou seja, as próprias lideranças indígenas estão indicando pessoas SEM COMPROMISSO. Isso é muito grave, cabe aos indígenas das aldeias ou comunidades envolvidas dialogarem e tomarem posição da real situação.
    O problema não é do programa da UnB, nem da Funai, mais sim da falta de consciência da indicação ou reconhecimento da comunidade com os indicados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here