Ao Sul de nosso território tradicional, tínhamos uma área inundação natural, um ecossistema, do tipo pantanal de aproximadamente 1125 hectares, denominado ” Várzea do Itiúba”. Esse ecossistema é alimentado pelo rios Itiúba e São Francisco, antes das desapropriações em 1975, pela CODEVASF – Companhia do Vale do São Francisco, era um rico habitat de animais e vegetais das terras inundáveis. Pela diversidade da época , o ambiente propício para aves, peixes , mamíferos, anfíbios, répteis e plantas aquáticas. Entre as espécies encontradas tínhamos: Nas AVES: Socó, maçarico, urubu-rei, carão, marreco, pato selvagem,pata-choca, chupa, gaviões, garça, galo d água, paturí. Nos MAMÍFEROS:capivara, lontra,guaxinim, , guaxinim, furão, paca, cutia, rato-de-arroz, punaré, onças. Nos ANFÍBIOS: gia-caçote, gia-de-padre,sapos, pererecas. Os RÉPTEIS: iguana(camaleão), cágados, Cobra-d água,jacaré-de-papo-amarelo, jaracuçú-de-papo-amarelo,jaracuçú-de-papo-verde, giricuá,jaracuçú-tinga, jaracuçú-maia-de-sapo, jibóia. PEIXES: surubins, mandins, traíras,piabas, lambiá, sarapó, guida, caboge, piranha, capadinho, crumatá, pacõmõn, niquim, jundiá,etc. Neste ambiente cerca de 2000 famílias da região tiravam seu sustento, da pesca e da caça. As pessoas mais pobres de Porto Real do Colégio, de lá recorriam para buscar o alimento, inclusive os índios Kariri-Xocó. Principalmente os indígenas que moravam na Colônia, porque ficava mais perto do lugar. Quando os rios Itiúba e São Francisco enchiam, saiam á noite para pescar aragú, e peixes miúdos para saciar a fome. Quando a CODEVASF chegou tudo mudou, as terras alagadas, foram transformadas em lotes irrigados de plantação de arroz, no chamado Projeto de Irrigação do Itiúba. Com o desenvolvimento a área foi dividida em cerca de 300 lotes para famílias de parceleiros. A natureza por si só sustentava 2000 famílias, com seu diversidade, e riquezas, de tudo tinha um pouco, nunca faltava alimento na indústria ambiental. Nhenety Kariri-Xocó.

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here