32 famílias do povo Pataxó da Aldeia Craveiro retomaram na madrugada desta segunda feira (19/11), uma fazenda no interior do seu território, entorno do Monte Pascoal. A fazenda de 360 hectares estava invadida pelo fazendeiro conhecido por Garcia, já fazia alguns anos. Quando as terras do Craveiro formam retomadas em 1999, saiu todo mundo menos o Fazendeiro que resistiu no local.

Essas terras pertencem ao Povo Pataxó do Prado e esta centrada no coração da aldeia do Craveiro. Depois de uma reunião com a comunidade, o Cacique Ananias em uma atitude sabia optou por retomar aquelas terras, e chamar as autoridades para apresar a demarcação do Território do povo Pataxó.

Segundo o Cacique Ananias, os Índios da aldeia do Craveiro querem suas terras de volta. “A retomada é devido à morosidade no processo de demarcação e pelo fato dos índios não terem terra para trabalhar”, diz o Cacique. Em 1999, foi criado um Grupo Técnico (GT) pela Funai para demarcação do território indígena e até o momento o processo de demarcação não saiu da primeira fase.

As comunidades Pataxós representadas pela Frente de Resistência e Luta Pataxó, acusam a Funai de favorecer interesses de alguns fazendeiros e da Veracel Celulose durante os levantamentos técnicos para definição do território indígena. Segundo as comunidades, o Relatório da Leila é cavo e sem consistência histórica.

Os índios já solicitaram a presença da Funai e da Polícia Federal no local para garantir a integridade física do Grupo. Índios Pataxó de outras comunidades já chegaram a Craveiro para se juntar ao grupo e fortalecer a ocupação.

conaferd@hotmail.com

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here