O nível superior cresce fervorosamente, no povo Pankararu. Há cerca de dez anos, não se falava em avanços após o Ensino Médio, porem alguns Pankararu, foram à luta e romperam com essa barreira.
Um exemplo disso, é a coordenadora pedagógica Pankararu, Elisa Urbano Ramos, e depois dela muitos se encorajaram, e se em 1995 eram cinco, Pankararu cursando a universidade, hoje são sessenta Pankararu cursando a universidade. E cursando em diversas áreas como engenharia, direito, enfermagem, medicina, administração e os cursos de licenciatura, concentrando uma porção maior de Pankararu.
A FUNAI – Fundação Nacional do Índio, inicialmente não deu muito apoio, depois resolveu dar um incentivo, mas devido a demanda a esse incentivo, foi suspenso e os alunos, estão com enormes dificuldades, em concluir o curso. Do ano passado para cá, tendo em vista a falta o apoio da FUNAI, procuraram o apoio dos Municípios que envolve o povo Pankararu, Jatobá, Tacaratu e Petrolandia, em Pernambuco, na expectativa de conseguirem alguma ajuda, para continuarem cursando as Universidades.
O assunto foi levado, aos administradores dos três municípios, e apenas Tacaratu, se recusou a realizar qualquer tipo de acordo. E um dia desse, souberam que a FUNAI e o MEC, discutem que se responsabilizará, por os universitários Pankararu, mas até hoje nada foi passado.

Embora tamanhas sejam as dificuldades, e a desistência de alguns Pankararu, a força de vontade é maior do que todos os empecilhos. Mas graças ao nosso pai Santsé, e toda força encantada Pankararu. Os universitários Pankararu, conta com advogados, professores, agrônomos e se nosso pai Santsé, quiser muito mais profissionais especializados.

Cristiane Gomes Julião
e-mail – juliaopankararu@yahoo.com.br
Cursista do 7º período de Geografia
CEVASF – Belém do São Francisco – PE.

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Oi, Cristiane
    Parabéns pela matéria!!!
    É muito bom ler isto!
    Precisamos fazer um chat com vcs…
    Apareçam para marcarmos um bate papo!
    Beijos

  2. oioi aqui e a bbeel vcs estam de parabens pq ensinam pessoas ler escrever e assim vai vc estam de parabens mesmo eu estou aqui para pesquisar e acabei de achar mais fauta pesquisar sobre os habitos ou seja modo de vivir mais ta indo e lindo sobre o indios xaxau fufufufufiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii….
    maria izabel coslop

  3. Olá Cristiane!

    Estou concluindo minha monografia que trata da contribuição do Cordel para redescoberta da linguagem indígena Pankararu e estou utilizando trecho do seu depoimento nesse trabalho. Obrigado pela contribuição e Parabéns pela matéria!

    Climério Lima

  4. Oi titia …. muito boa mesmo sua publicação, realmente o número de universitários esta crescendo e isso é ótimo!!
    Beijos ….. e saudades…..

  5. É lamentável constatar a dificuldade de um estudo decente.
    O MEC deveria dar uma assitência maior aos Pankararu e as demais etnias que representam a essêcia brasileira.
    Realmente é vergonhoso perceber o quanto nosso país não sabe valorizar uma cultura.

  6. Para Climério Lima
    Gostaria mto de ler sua monografia.
    Vamos conversar.
    Tbm trabalho com cordel e o povo pankararu. Vamos trocar informações! Talvez te interesse o cordel que as crianças pankararu (Saco dos Barros) escreveram em janiero detse ano.
    Gde abraço, Maíra (ferre.maira@gmail.com).

  7. Sou Engª Florestal, e tive a oportunidade de estudar com um amigo Pankaratu. Sei das dificuldaes que vocês passam! Adimiro todos! É lamentável o discaso dessas entidades.
    Boa sorte gente!!!

  8. Oi gente! cursar um nivel superior não é fácil, as dificuldades e empecilios são inúmeros, mas para os Pankararu esta situação se torna pior. Sou estudante de Pedagogia no ISEF/floresta-PE, e tinha vários colegas Pankararu, como Tiago, Josi Viviane e outros, que infelizmente desistiram do curso, era muito dependioso sair de Tacaratu para Floresta, pagar aluguel de casa, pagar passagem,pagar a faculdade, etc.Sem ter apóio algum de qualquer autoridade ou repartição.É triste a cada período ver colegas desistindo do curso.Mas com certeza meus amigos Pankararu irão vencer em outros cursos e terão outras oportunidades,porque são verdadeiros guerreiros.

  9. olá, cristina tudo bem?
    estou muito feliz por saber que vc conseguiu estudar e já está perto de concluir.
    que não foi o meu caso.fui varias vezes me informar na funai de tacaratu e recife sobre a possibilidade de estudar em uma faculdade por enem e etc.hoje estou com 30 anos e gostaria muito de saber como posso conseguir. sou neta de joão crispim pankararu e sobrinha de duda e chico que deve ser muito conhecido.
    agradeço sua atenção.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here