Aqui em Roraima já se vem se discultindo a bastante tempo a implantação de Turismo em Comunidades Indígenas. Com uma vasta beleza natural, as histórias e as lendas, a tradição dos povos indígenas e as marcas deixadas por nossos antepassados, haveria muito ao que desfrutar com relação ao “Turismo” em Areas indígenas.

A questão é saber que, como a comunidade pode lucar com esse grande pontecial turistico, sem perder seus hábitos, sem ofender a natureza, sem degradar  o meio Ambiente.

Região entre Serras, proximo a area Indígena Yanomami

Pensando em um contexto, que turismo é uma coisa muito atipica para se trabalhar nas areas indígenas, uma vez que na maioria dessas  sempre quem sai com maiores lucros são as agências de Turismo. Pensando em um grande numeros de pinturas ruprestes encontrados nos lavrados das areas indígenas foi desenvolvidos “projetos” de ecoturismo, na qual consiste um turismo que preserva a natureza e o meio ambiente, só que mesmo esse, ainda tem um grande impacto sobre as populações Locais. Nessa idéia enfatizo aqui o trabalho de Idânia Rita e Helem Rita Menezes, falo aqui do Etnoturismo, que segundo as mesma, consiste no aproveitamento da cultura de uma determinada etnia, em fim todas as manifestações culturais de um povo que potencialmente podem ser como atrativos para os visitantes. Uma vez que sem observa o lado dos povos indígenas, pode acontecer que o turismo traga malfeitorias a cultura de determinados povos indígenas.

Pensar em etnoturismo, seria ir além do pensamento tradicional do turismo comum, seria pensar na preservação da natureza, na Valorização das culturas indígenas e nas preservações de patrimônios Culturais e Indígenas.

Segue em Anexo, fotos das Belezas naturais e Pinturas Rupreste que se encontram nas Comunidades Indígenas e que chamam atenção para o Turismo.

Cachoeira do Paiva

Lugar Visitado Pelos Alunos de Gestão Territorial Indígena, Esse Lugar foi muito degradado pelo garimpo.

 

 

Foto: Pintura Rupreste na Serra do Pacú, na estremidade da Comunidade Indígena São Jorge.

É importante, destacar aqui que, os sítios arqueológicos, vem sendo degradados por vandalos, que ao fazerem visitas aos locias, pixam seus nomes, fazendo com que as pinturas sofram alterações.

Malocão da Comunidade Serra do Sol-proximo ao monte Roraima, Acervo: Instituto Insikiran

Foto tirada durante uma Assembléia do povo Ingaricó. Essa região é muita explorada por turistas, tanto brasileiros como Venezuelano. Motivo pelo qual se encontra proximo ao Monte Roraima(Lugar Sagrado Pelo Povos Indígenas)

Cachoeiras - Região das Serras - Raposa Serra do Sol
Comentários via Facebook
COMPARTILHAR
Indígena Makuxi - Raposa Serra do Sol; Acadêmico de História; Militante de Movimentos e Organizações Indígenas: OPIRR< CIR< ODIC< APIRR "Pode até Calar um Índio, Mais a Nação se levanta para Gritar" Alex Makuxi

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here