Observando uma ceramista,perguntei minha avó Júlia,porque a senhora faz o pote mais feio da aldeia?Ela me respondeu: meu neto,é porque só sei fazer assim, meu pote de barro é mesmo o mais feio da aldeia,como todo mundo diz, mais este pote feio é o que mais esfria água,fresca e saudável que se conhece.Ela me falou os potes da velha Luiz são os mais bonitos da tribo, mais não esfria água,eles só enfeitam a casa.Os dois são necessários para nosso povo um por pela saúde o outro pela beleza visual que nos alegra. Não se preocupe em fazer o mais bonito ou feio,todos faz parte da cultura,uma semente feia talvez esconda o seu poder curativo, as aparências enganam.As cobras mais bonitas da floresta, de cores vivas são as mais venenosas, voçê não conhece, fique longe delas que elas poderão te morder,sua picadas causa grande risco de vida, mas elas comem os ratos que infestam as plantações das roças.O velha árvore feia e enrugada pelo tempo, como ela é tão linda,viveu muitos invernos,muitas gerações passaram por aqui,e ainda resiste até hoje. Por tudo isso imaginamos o mandacaru cheio de espinhos pontiagudos, é um cácto que armazena água no período da seca que se aproxima.Nhenety kariri-Xoco.

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here