Esta é uma entrevista com Alexandre Pankararu. Ele é um índio preocupado com seu povo e por isso ele participa do Movimento Jovem Pankararu e de outros movimentos. Para ele, participar desses trabalhos sociais é uma forma de ajudar seu povo.
Alexandre tem 32 anos, mora na aldeia Brejo dos Padres, em Pankararu. Em 2001 trabalhou como professor de “Educação física diferenciada” (é uma educação física para indígenas) e desde 2005 vem trabalhando com os jovens Índios On-line (índios on-line é um projeto de inclusão digital para sete povos indígenas do Brasil).
Alexandre falou assim: “Trabalho com jovens, pela preocupação social, tento retirar os jovens da ociosidade (da falta do que fazer). Hoje os jovens andam muito alienados à mídia, em critérios de beleza, comportamento, estética, totalmente dependentes; essa é a visão que tenho. Se os jovens tivessem o que fazer, seja na área esportiva, cultural, profissional e ou política (uma forma de organização em geral), eles automaticamente se tornariam autônomos, com capacidade de seguir seus próprios sonhos, objetivos. Hoje as minhas expectativas são boas mesmo que não tenha causado um efeito visível ainda, mas a logo prazo acredito que os jovens apreenderão a caminhar com suas próprias pernas e dar seqüência a esse trabalho esportivo, político, cultural, profissional, que venho exercendo hoje com todos os jovens Pankararu, seja ele ou ela de que aldeia for de Pankararu sem restrições”.

Esse projeto índios on-line trás propostas inovadoras para a comunidade Pankararu, o qual promove e possibilita aos índios pesquisar, resgatar, preservar, atualizar, valorizar e proteger suas culturas além de estimula o dialogo intercultural. Promove o respeito pelas diferenças, a cultura da paz. Conhecer e refletir sobre o índio de hoje, socializar os conhecimentos das tradições em beneficio do planeta. Que vem dando frutos, pois resgata o jovem para uma questão de reflexão, do que é uma cidadania, um jovem pankararu com sua cultura, com objetivos próprios sem restrições.

Sandra Monteiro (sandrapank)
Sandra_monteiropank@yahoo.com.br

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. saudações sandra, os serviços que o nosso brother alexandre presta a comunidade saum de suma importancia, naum queremos ver o futuro da nossa comunidade se perder em caminhos duvidosos, jovens adoram esportes e nessa area temos muito oq oferecer o esporte é uma tividade acessivel de interese de todos, as iniciativas tomadas pelo nosso brother alexandre tendem a ocupar os que ainda naum tem uma visão formada sobre oq querem da vida! isso é otimo pois isso os ajuda a opitar por caminhos mais corretos e quem sabe por um futuro promissor.

    façãm materias sobre inclusão digital na aldeia, e oq mudou mudou em suas vidas depois de conhecerem o projeto indios on-line,
    ate +

  2. É isso aí sandra, precisamos mostrar bons exemplos, e a preocupação com o futuro da humanidade, deve ser de todos. Quando alguém se preocupa com o jovem, e com meio onde vive, me alegra bastante, pois sei que esse jovem terá chance de ter mais oportunidades satisfatória na sua vida. O Trabalho social que o Alexandre desenvolve com os jovens, em Pankararu é vísivel, e os resultados são imediatos. Os jovens muitas vezes são levados pela mídia, a viver uma vida irreal, resultando em muitos problemas socias. E penso que a conscientização, e se jogarmos essas responsabilidades para o próprio jovem, teremos um rsultado mais eficaz, assim garantimos um futuro melhor para todos.

    Yuran Pankararu

  3. meu nome é swinaiára sou do grupo jovem maninha xucuru kariri da aldeia mata da cafurna povo xucuru kariri ,eu acho muito legal alexandre o que você faz pelos jovens do seu povo.
    e digo a vocês que não desista nunca!

  4. O trabalho que o Alexandre faz com os jovens pankararu é maravilhoso
    E deve servir de exemplo para os demais povos
    Ele é uma pessoa preocupada com a situação em que a juventude indígena se encontra hoje e trabalha para ver a melhora dessa situação
    Parabéns Alexandre e os jovens pankararu em geral por esse trabalho tão maravilhoso
    Abraço grande ñ só meu jaqueline Potiguara mas também da OjIP-PB[Organização dos jovens Potiguara]
    Estamos com vocês nessa luta!!!!!!!!!

  5. oi Sandra bom dia, li a historia do indio professor e achei que ele tem uma inteligência muito além, pois saiu do fundo do poço para a realidade da vida. e isso só Deus é capaz de fazer, e ele soube capitar isso e hoje esta ai fazendo o que gosta e feliz, e que Deus abençoe tanto voçê como ele. Sandra é isso ai, é desse tipo de trabalho que presisamos em nossas comunidades.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here