As vezes existe desentendimentos

As vezes existe desentendimentos entre a gente, por ter dentro da nossa área um numero muito grande de povos diferentes, que seria os Pataxó, Pataxó-Hãhãhãe, Baenã, Kariri-Sapuyá, Tupimambá, Camacã… Diferente de povo, diferente de língua, diferente de cultura, diferente de tradição.

Mas a gente sabe que todos os grupos luta para defender a terra. Então, quando é pela luta da terra, nós estamos aí aceitando qualquer tipo de atitude que qualquer grupo tome em relação à ocupação das terras. Por isso é que a gente estamos hoje numa situação já bem avançada, mas temos a maior parte da nossa terra, aproximadamente 39 mil hectares de terra, que ainda falta a gente recuperar.

Estamos atravessando momentos muito difíceis, muito constrangedor, que seria o momento de terra ser re-entregada. Fazendeiro ganha liminar de re-entregação de posse, e nessa hora de ser re-entregada essa posse, o índio sofre muito, porque esse é o momento mais triste que pode acontecer na vida do índio, é a partir do momento que ta se re-entregando terra para o fazendeiro. Mas isso não faz a gente desmorecer da luta. Também não estamos sozinho, temos os nossos aliados, apoio de outras comunidades, apoio de entidades de apoio, e baseado nesse apoio que a gente tem, a gente passa a considerar que há momentos que temos que recuar, porque todo isso faz parte da luta.

Nailton Pataxó

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here