Sou gente, sou indígena, sou nordestino, sou brasileiro. A seca nos castiga, saímos para a cidade ver se a situação melhorava, mais os “brancos” nos perseguem. A Terra é a nossa mãe, temos que protegê-la cuidando dela como ela nos cuidou, porque sem ela não seriamos vivos. Já os não índios vêem a terra como puro capital, destruindo-a para fazer grandes plantações que gere lucro para o egoísmo deles, como arrozeiros, canaviais, criações de gados e minerações etc. Pois independentemente onde estejamos na aldeia ou na cidade, estamos sofrendo muito, com a negação dos nossos direito, mais vamos continuar a nossa luta. O dia 19, não é o dia do Índio, o mês de Abril não é o mês do Índio, mais de uma coisa temos a certeza absoluta. Todos os dias, meses e anos são dos indígenas, até o Brasil é dos indígenas. No entanto, nos roubaram o Brasil de nós, mais temos a certeza também que não tomarão nossa força de vontade de reconquistar o que é nosso de direito, como a Terra, Saúde, Educação e a própria vida e etc.

“Com a borracha da negligência e da corrupção,
apagam do papel nossos direitos Constitucionais.
Mas, com o lápis da sabedoria e da esperança
escrevemos nossa história cada vez mais forte,
com a cultura, crença, dignidade e tradição.
Isso, pode ter certeza que nunca apagarão!”
Edcarlos – Pankararu

Edcarlos (Carlinhos)Pankararu
edpankararu@yahoo.com.br

www.acaopankararu.blogspot.com

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

12 COMENTÁRIOS

  1. Olá meu parente, vou concordar com Sebas o seu texto é muito bom, e aproveitando o seu testo o meu comentario vem de um indio que já viveu com as duas realidades só que eu nasci em São Paulo e sou Pankararu Nordestino, e sei que a 508 anos atras tanto os Pankararu como outros povos indigenas, nãp existiam fronteiras, não existia patrias nascionais, e sim todo esse territorio eram nossos. Mas hoje sei as dificuldades que encontramos fora do nosso territorio tradicional, sei das gozações, e dos mistissismos que os não indios tem perante a nós, mas tenho orgulho de não ter nascido de um ovo, e saber que tenho uma cultura propria e especifica. Mas mesmo assim temos que ser fortes, e viver em qualquer lugar sem deixar de ser quem somos indigenas!!!

    Alexandre Pankararu

  2. Parabéns Ed Carlos, gostei muito do seu texto , em especial as últimas 6 linhas. Resume toda a luta de vcs , povos indígenas, e a certeza de um amanhã melhor e cheio de esperança. Não desanimem nunca !!! A vitória para vcs será sempre certa !!!

  3. Parabéns Ed Carlos, gostei muito do seu texto , em especial as últimas 6 linhas. Resume toda a luta de vcs , povos indígenas, e a certeza de um amanhã melhor e cheio de esperança. Não desanimem nunca !!! A vitória para vcs será sempre certa !!!

  4. Olá oarentes!!! Anauê para todos!!!
    Antes de mais nada, quero dar os parabéns aos nossos parentes pankararu, de São Paulo, estão sempre enviando matérias sobre temáticas interessantes.
    Falar de forma intensa e com muito amor, respeitando aquilo que fomos e somos é bem dificil quando estamos longe da aldeia, do convívio diário.
    Com toda certeza vocês só vieram somar no projeto, assim como na luta, na construção de uma cultura cada vez mais sólida e duradoura.
    Luz para todos,
    Lua de Pankararu.

  5. Parabéns. Que beleza sou professor de português nos estado do Paraná. Joaquim Távora, próximo a uma reserva de Guapirama. E adorei tuas metáforas.

  6. Muito bem colocado sua palavras, meu irmão.A terra é nossa e temos que retoma-la,para juntos possamos criar uma sociedade diferente da existente, onde os interesses pessoais e individuais,sejam extintos. Saudações e grande abraço.

    Anthero Vieira

  7. eu quero todas as palavras indigenas.Vc pode mandar as palavras parameu email por favor…………
    Valeu OBRIGADOOOOOO………..

  8. eu quero todas as palavras indigenas.Vc pode mandar as palavras parameu email por favor…………
    Valeu OBRIGADOOOOOO………..

  9. Adorei o txt e mais ainda gostei dos QUADROS!!!

    Olá meu parente, vou concordar com Sebas o seu texto é muito bom, e aproveitando o seu testo o meu comentario vem de um indio que já viveu com as duas realidades só que eu nasci em São Paulo e sou Pankararu Nordestino, e sei que a 508 anos atras tanto os Pankararu como outros povos indigenas, nãp existiam fronteiras, não existia patrias nascionais, e sim todo esse territorio eram nossos. Mas hoje sei as dificuldades que encontramos fora do nosso territorio tradicional, sei das gozações, e dos mistissismos que os não indios tem perante a nós, mas tenho orgulho de não ter nascido de um ovo, e saber que tenho uma cultura propria e especifica. Mas mesmo assim temos que ser fortes, e viver em qualquer lugar sem deixar de ser quem somos indigenas!!!

    Parabéns Ed Carlos, gostei muito do seu texto , em especial as últimas 6 linhas. Resume toda a luta de vcs , povos indígenas, e a certeza de um amanhã melhor e cheio de esperança. Não desanimem nunca !!! A vitória para vcs será sempre certa !!!
    parabéns Ed Carlos, gostei muito do seu texto , em especial as últimas 6 linhas. Resume toda a luta de vcs , povos indígenas, e a certeza de um amanhã melhor e cheio de esperança. Não desanimem nunca !!! A vitória para vcs será sempre certa !!!
    Olá oarentes!!! Anauê para todos!!!
    Antes de mais nada, quero dar os parabéns aos nossos parentes pankararu, de São Paulo, estão sempre enviando matérias sobre temáticas interessantes.
    Falar de forma intensa e com muito amor, respeitando aquilo que fomos e somos é bem dificil quando estamos longe da aldeia, do convívio diário.
    Com toda certeza vocês só vieram somar no projeto, assim como na luta, na construção de uma cultura cada vez mais sólida e duradoura.
    Luz para todos,
    Lua de Pankararu.

    parabens pelo seu texto adorei
    continui assim sempre criativo
    bjos

    Parabéns. Que beleza sou professor de português nos estado do Paraná. Joaquim Távora, próximo a uma reserva de Guapirama. E adorei tuas metáforas.

    Muito bem colocado sua palavras, meu irmão.A terra é nossa e temos que retoma-la,para juntos possamos criar uma sociedade diferente da existente, onde os interesses pessoais e individuais,sejam extintos. Saudações e grande abraço.

    As palavras indígenas são interessantes!

    eu quero todas as palavras indigenas.Vc pode mandar as palavras parameu email por favor…………
    Valeu OBRIGADOOOOOO………..

    eu quero todas as palavras indigenas.Vc pode mandar as palavras parameu email por favor…………
    Valeu OBRIGADOOOOOO………..

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here