Meus parentes indigenas de todo Brasil venho aqui atraves desta escrita para pedir solidariedade que nos lutemos por uma saúde mas digna para todos os nossos povos indigenas.
Eu THYRRYindio da tribo pataxo hãhãhãe estou vendo minha familia sofrer pela morte de meu avô que injustamente morreu.
A FUNASA não presta atendimento quando realmente pecisamos, a propria faz pouco e ganha muito, temos carros de FUNASA na rua passando pra lá e pra cá, em festa, com mulheres, sabendo nos que plantão é na aldeia e não na cidade.
Se a FUNASA tivesse trabalhado dentro da aldeia o meu avô não tinha morrido, temos como prova o atestado de obto afirmando que o mesmo só faleceu por não ter assistência na hora, transporte imediato para socorrer o paciente.
Morrem ãnciões de nossa aldeia por causa da falta de responsabilidade da FUNASA.

THYRRY E WILLIAM TRAJANO

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Uma das coisas que me deixs mais irritada este mundo é o descaso.E com as pessoas idosas mais ainda.É como se as pesosas que prestam atendimento nos hospitais ou em qualquer orgo publico, nao imaginam que irao ficar tb idosas e que podem elas ou seus parentes precisar de um atendimento.Se nao fizermos alguma coisa urgente,nao sera primeira e nem a ultima que nossa gente ( brasileira,assalariada,carente)irá morrer por falta de atendimento ou ser mal atendido.Uma das coias que podemos fazer é incentivar a todas as pessoas que utilizarenm os orgaos publicos ou de serviços (como bancos,por exemplo) e nao forem bem atendidos que GRITEM!!, digam,CHEGA! O COMEÇO É POR AI.
    VAL

  2. Denunciar, UNIR, organizar…é assim que se resolve as coisas!

    É revoltante presenciar ocorrências como esta mas sem UNIÃO não conseguiremos nada!

    Um grande abraço e saiba q sinto muito por seu avô!
    bjs

  3. É meu caro, como não poderia ser, mais um caso em que o mais fraco sempre paga a cota mais alta!
    Uma solução seria denunciar este fato ao Conselho Regional de Medicina deste estado.
    A denúncia tem que ser entregue por escrito e se provada a negligencia por parte do profissional médico, haverá punição cabível.
    Outra coisa, esta sim, mais demorada porém mais efetiva, é a luta por uma educação de melhor qualidade nas aldeias, e a luta pelo incentivo a formação de médicos, estes da propria comunidade, para a própria comunidade. Será que estou sonhando muito alto? Caso alguém achar isso, por favor me acordem!Pois ainda não perdi a esperança de ver um dia isso acontecer.

  4. Ah, desculpem-me por não ter me apresentado!
    Eu sou Pankararu, estudo medicina . E ainda não perdi a esperança de que um dia a saúde indígena seja comandada, estruturada e executada pelos índios. As diferenças etnicas e culturais seriam melhor respeitadas. Enquanto isso não acontece, ficamos deste jeito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here