Ocorreu do dia 16 a 18 de junho em São Paulo, a Mostra de Tecnologias Sustentáveis, promovida pelo Instituto Ethos. Foram ao todo 38 expositores com suas diferenciadas tecnologias a serem apresentadas a um publico aberto. Estas tecnologias tinham o objetivo de atender a públicos diferenciados.

A palavra sustentabilidade tem se tornado um conceito muito popular, o que de fato tem obrigado a construção de novas marcas a serem inseridas num mercado cada vez mais consciente ecologicamente. Por isso, temos por obrigação saber distinguir oque de fato gera benefícios socioambientais do que são os rótulos verdes destinados ao processo capitalista midiatico, lembrando-se sempre do que é mais obvio, oque esta sendo explorado em cada caso?
Alem de nossa participação dentro da Mostra, houve outros projetos que nos chamaram a atenção,por trabalharem a sustentabilidade com base no socioambiental, fortalencendo a cultura, a tradição e a geração de renda para as comunidades tradicionais. Citando por ordem de exposição, venho através desta matéria, divulgar alguns destes projetos:

Carbono Neutro – Via Desmatamento Evitado: Envolvendo comunidades tradicionais Quilombolas e Ribeirinhas do Amapá e Nordeste Paraense, o projeto de criação de abelhas nativas gera rendas para estas comunidades, conservando a biodiversidade ao incentivar a floresta em pé. Site: www.peabiru.org.br


Somos de Papel: Vasos de papel (jornal) substituem saquinhos plásticos, ajudando o meio ambiente e gerando renda para comunidades participantes do projeto. Email: aldeiadofuturo@terra.com.br


Coopnatural: algodão naturalmente colorido, sem uso de agrotóxicos ou corantes. O cruzamento de espécies de algodão resulta em 04 cores naturais, valorizando assim a agricultura familiar e o artesanato local. Site: www.naturalfashion.com.br

Ecocestos para coleta seletiva: São produzidos com tampas de garrafas pet pós-consumo. São unidas por fios de nylon, transformando-se em uma malha que vai se articulando até ser fechada. Site: www.coletaseletiva.org.br


Celesc: Aquecedor solar de baixo custo, feito de materiais recicláveis como garrafa pet e caixas tetrapack. No site encontra-se o manual de como fazer. Site: www.celesc.com.br

Awere

Jaborandy Yandê Tupinambá de Olivença
jaborandy@indiosonline.org.br

Potyra Tê
ivana.thydewas@gmail.com

Colaboração
Alessandra Mendes
ale.socioambiental@gmail.com

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Ivana, Alessandra, Jaborandy y demás hermanos, FELICITACIONES!!!!, no entiendo bien lo que es ecocestos, para que sirve.
    Me parece buenìsima la idea de papel en vez de nylon para los plantines, y el algodòn natural para prendas. La verdad es que me gustarìa que me lo explicaran …. y en español asi practican y Huebilú desde Uruguay ayuda.
    Feliz año nuevo hermanos originarios. Los amos. Huebilú.

  2. Temos recolhido alguns panfletos, livros, contatos e ate DVD!
    Material que é para compartilhar…. Material que estará tambem disponivel na ESPERANÇA DA TERRA!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here