Eu sou o Pajé Suira da Tribo Kariri-Xocó:

Eu sou o Pajé Suira da Tribo Kariri-Xocó: A função de um pajé é simples e difícil. Antigamente conhecido como feiticeiro, não é feiticeiro é o curandeiro da tribo.

A função dele é mais pela área espiritual. Tem cacique, tem conselheiros, existem outras autoridades na tribo mas a autoridade máxima é o pajé. Todas as autoridades e a comunidade devem ser obedientes a ele nessa área. É a área mais forte nas aldeias que conservam sua origem espiritual. Nem todo mundo pode ser um pajé, porque o pajé já nasce feito, é um Dom. Antes de eu assumir tive que pegar com meu pai mais orientação. Para qualquer uma pessoa, da aldeia ou de fora, posso fazer a cura. Dentro de minhas possibilidades eu ajudo, não precisa alguém pedir, está dentro de minha obrigação, meu dever. Por onde eu ando sempre tenho que levar o meu dever. Me considero como um pai e o pai tem que garantir os filhos. Quando viajo posso estar longe materialmente, mas espiritualmente estou bem pertinho, estou de olhos, tenho minha concentração e minha visão.

Aquele que sai da tribo é bom se depois ele traz o conhecimento.

O Oricuri (ritual Kariri-Xocó) ninguém faz. Ele já nasceu feito. Nosso dever é só cumprir a regra . Lá nós não vamos a um divertimento, nós não vamos para uma festa, nós vamos nos disciplinar. É onde nós vamos apanhar a energia positiva, lá vamos nos purificar, limpar da má energia que apanhamos no meio da civilização, lá já é limpo por natureza.

Hoje nós somos índios e brancos, nossos antepassados só se conheciam a si próprios e por isso foram massacrados.

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. sou branca mas minha alma é india…aqui na cidade somos “loucos”. Estive com minha familia de coração Kariri Xocó em janeiro de 2005 e tive a honra de conhecer o Pajé Suira que numa conversa rapida muito me falou, tocou meu coração… não podemos abandonar nosso DOM, para os que vivem fora da aldeia é dificil identificar esse DOM divino. Em sua sabedoria me ensinou muito. A verdadeira familia humana, sinto saudade de casa…

    um pai de todos

  2. gostei muito deste pequeno trexo, sou estudante de pedagogia e estou com um pouco de dificuldade nesta area da verdadeira função de um paje, mas tenho certeza que este testo me ajudou bastante.

  3. Achei maravilhosa essa visão de ter um Dom e não poder abandonar onde quer que esteja, no entanto, apesar de ser branca, minha mãe sempre disse que tínhamos sangue de índio correndo nas veias, e acredito nisso. Como não sei a nação indígena, considero todos meus parentes. Acho que conhecimento é válido, mas o contato estreito com os brancos deteriorou a cultura indígena. Sou bióloga e apaixonada pela natureza. Atualmente aprendo muito de Catimbó com dois grandes mestres, o que me deixou mais próxima ainda da força que a natureza tem.
    Enquanto o homem não entender que ele faz parte da natureza, e que destruindo o meio ambiente destrói a própria espécie, nosso mundo estará constantemente ameaçado!

  4. amei, pois é muito bom, nós mostrar-mos pro resto do mundo(atraves da internet)que nós somos iguais a eles!! e nao se deve ter preconceito…

    beijos pra voces!! 🙂

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here