Áracé Pankararu e eu Irembé Potiguara realizamos uma entrevista com a jovem boliviana Milenka, estudante de agronomia da UNB(Universidade de Brasília
Ela nos conta um pouco de sua história e das dificuldades que passou e ainda está passando para concluir seu curso.
Milenka aparentou para nós ser muito comprometida com seu povo estando disposta a voltar para Bolívia e repassar o que aprendeu.
Saiba mais assistindo o vídeo abaixo.

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Quando a gente luta para conseguir os nossos objetivos, pode ter certeza que no final é gratificante.
    Continuem na luta.

  2. Eu acho super importante as preoculpações que tem os jovens de hojé.
    Eu sou Presidente do(C-J-I) Coletivos Jovens Indigenás da aldeia Tenonde Porã.
    Juntos trabalhamos para melhoria da Comunidade Guarani.
    Lutamos em Defesa dos Direitos dos Povos Indignás em Geral.
    Defendo o Direitos Iguais, Etnico Cultural.
    Direitos da Igualdade Racial.
    E através da Correntes entre Povos, podemos fazer a diferença e ir em busca do nosso Objetivo maior.
    Tenho um Projeto que benificia os Jovens Guarani de SP.
    Projeto voltada ao Jovens.
    Faço parte do Conselho Municipal dos Direitos Humanos de São Paulo pelo IDETI, Instituto de Tradições Indigenás.
    Tem muitas coisas a ser feita pelo Jovens Indigenás de Todo o Brasil (Não só brasil e sim, onde estiver indios tem que ter um Atenção Especial das Autoridades.
    Eu pessoalmente não gosto que o Jurua (Homem Branco) me chame de Indio.
    Somos os Povos Originarios e não indios.
    Somos vistos como animais, como se não soubessemos reconhecer o nosso deus. Ou seja, sem deus.
    Será que alguém me entende?

  3. La riqueza de cada tierra puede ser expresada por medio de sus pobladores. Los valores ancestrales de todos y cada uno de los pueblos indigenas tienen que ser difundidos e inculcados en la sociedad actual. Una excelente forma, es este medio de comunicación. Felicidades a Indios Online por la iniciativa de difundir la cultura y valores indígenas, valiendose de una herramienta tan actual como lo es el internet.

    grandes abrazos cordiales, es siempre un honor el conocerlos!

    Milenka Sadith Iturralde Escobar
    Agronomia – Industria
    Bolivia

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here