Período:30,31/10 e 01/11/2008

FORMAÇÃO CONTINUA-EDUCAÇÃO BÁSICA:Revisando a prática Docente

Participantes : Educadores das Escolas indígenas Dr. Carlos Estevão e Ezequiel dos Santos.

Objetivo:

Identificar elementos que favoreçam a construção de uma prática pedagógica consciente, critica, inventiva e solidária no cotidiano escolar da Educação Básica.

Orientadores:
• Ana Cláudia da Silva Pereira
• Jarbas Bedor Jardim
• Joselyane Nogueira
• Maria das Graças Feitosa Barbosa Gominho!

“ Os desafios que os povos indígenas enfrentam na atualidade exigem dos professores indígenas uma postura e um trabalho adequado e responsável. Devem estar comprometidos em desenvolver o processo de ensino-aprendizagem não como único detentores de conhecimentos, mas como articuladores, facilitadores, intervindo, orientando, problematizando, sem desconsiderar a atitude de curiosidade dos diversos alunos para os novos conhecimentos. A escola indígena deve ser espaço de pesquisa e de produção de conhecimento e de reflexão crítica por parte de todos os que dela participam”.

( MEC- Referencial Curricular Nacional para as Escolas Indígenas)

Tainá Pankararu!

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

34 COMENTÁRIOS

  1. Estou prestes a me formar em História e não só simpatizo com as causas indígenas como gostaria muito de ajudar com os poucos conhecimentos que tenho. Minha monografia está pra ser feita, inclusive, envolvendo a temática, contudo trabalho específicamente com gênero (feminino) e indígenas no Nordeste Colonial. Tenho descendência Fulni-ô, por parte de minha avó – talvez esteja aí minha paixão e meu interesse – mas nasci e me criei em Recife. Trabalho atualmente no Espaço Ciência de Pernambuco, entre Olinda e Recife. Se alguém se interessar pelos meus humildes préstimos, numa formação de professores, pra ajudar, ou, sei lá, o que vcs acharem melhor, entrem em contato por e-mail, ok?

  2. Estou prestes a me formar em História e não só simpatizo com as causas indígenas como gostaria muito de ajudar com os poucos conhecimentos que tenho. Minha monografia está pra ser feita, inclusive, envolvendo a temática, contudo trabalho específicamente com gênero (feminino) e indígenas no Nordeste Colonial. Tenho descendência Fulni-ô, por parte de minha avó – talvez esteja aí minha paixão e meu interesse – mas nasci e me criei em Recife. Trabalho atualmente no Espaço Ciência de Pernambuco, entre Olinda e Recife. Se alguém se interessar pelos meus humildes préstimos, numa formação de professores, pra ajudar, ou, sei lá, o que vcs acharem melhor, entrem em contato por e-mail: erikagualbertof@gmail.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here