Associação dos Universitários Indígenas em Brasília – ASSUIB, em resposta ao Manifesto da Coordenação Geral de Educação da Funai.
É desejo de todos os estudantes indígenas brasileiros, do ensino fundamental ao superior que a Funai, como as demais instituições públicas cumpram a legislação brasileira. Nesse sentido, a Constituição Federal, art.37, caput, determina que:

“A administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência .(…)”.

Igualmente, determina o Decreto nº. 1.171/94, sobre o Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal, na Seção II – Dos Principais Deveres do Servidor Público.
§(IV – Inciso g ) “… ser cortês, ter urbanidade, disponibilidade e atenção, respeitando a capacidade e as limitações individuais de todos os usuários do serviço público, sem qualquer espécie de preconceito ou distinção de raça, sexo, nacionalidade, cor, idade, religião, cunho político e posição social, abstendo-se, dessa forma, de causar-lhes dano moral.”

Infelizmente os preceitos legais, não são cumpridos pela Administração Pública, conforme temos observados pelos últimos fatos divulgados na mídia sobre desvios de verbas, destinados aos povos indígenas.

Ainda, de acordo com dicionário “on line”, a palavra “leviana”, significa de leve, adj.; que tem pouco juízo ou assento; imprudente; inconsiderado; irrefletido; precipitado. Em seu manifesto a coordenação alegou que ASSUIB, fez acusações levianas, que tem significado conforme o disposto anteriormente, portanto a ASSUIB, vem também discordar com as posições da FUNAI, por que a associação em momento algum expôs qualquer fato inverídico, pois é notório a situação da Educação Indígena no país.

Salientamos que tudo que fora dito pela ASSUIB, poderá ser provado, diante disso a coordenação tenta desacreditar os indígenas, isso é a ratificação dos fatos divulgados na “nota de repúdio a CGE”.

ASSUIB, então, convida aos demais universitários e estudantes indígenas a demonstrarem se tudo que a coordenação declarou é de fato o que fazem.

Portanto, equivoca – se a coordenação quando afirma que: “…. na certeza de que elas não refletem o pensamento geral dos estudantes assistidos por essa CGE.”

Então, deixamos os seguintes questionamentos:

1. Os estudantes indígenas estão realmente satisfeitos com o apoio e tratamento recebidos pela CGE?
2. A coordenação cumpre a rigor os preceitos legais que orientam o serviço público?

Bom seria se não fosse preciso vir a público expor a situação da Educação Superior Indígena!

“O direito não socorre os que dormem”.

Atenciosamente
ASSUIB.
Brasília, 22 de março de 2008.

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Prezados(as);

    Eu, como uma das associadas/fundadora da ASSUIB, primeira universitária indígena à ingressar e concluir um graduação em Brasília, não poderia de agradecer o espaço e a oportunidade de expressão.
    Portanto,aproveito o momento para reiterar os agradecimentos, a rede dos indígenas “INDIOS ON LINE”,pelas publicações das matérias da ASSUIB, refente a Educação Superior Indígena. E também, quero agradecer à todos os universitários, estudantes de nível fundamental e médio e demais representantes indígenas pelos seus comentários em solidariedade e apoio a luta dos estudantes. Já não é sem tempo, para uma revolução na educação indígena, precisamos nos unir e fortalecermos para mudar essa realidade. A Constiuição Federal/1988, já consagra o direitos dos povos indigenas , todavia o que é preciso e apenas o cumprimento da legislação constitucinal e infra- constitucional. Obrigada!!!!! Por favor!!!! postem os seus
    comentários, afinal, vivemos em uma Democracia. ” Junte-se aos bons e será um deles”
    Abraços!

  2. (…) LAMENTAMOS MUITO POR AQUILO QUE ESTA ACONTECEDO NA FUNAI PRIMEIRO A EDUACAÇAÓ QUE AOS POUCO ESTA MORRENDO A FUNAI QUE NOS DEFENDEMOS COM UNHAS E DENTES TRATA MAL OS ESTUDANTES PARA UNS A MELHORIA E PARA OUTROS O ABANDONO. SEGUNDO O AUTORITARISMO QUE O ATUAL PRESIDENTE VEM COMETENDO CONTRA AS POPULAÇOES INDIGENAS QUANDO RETIRA A ADMINISTRAÇÁ0 DE AMAMBAI E TRANSFERE PARA A CIDADE DE DOURADOS SEM PRIMEIRAMENTE CONSULTAR AS LIDERAÇAS INDIGENAS KAIOWA NOS ESTAMOS MUITO TRISTE AQUI EM MATOGROSSO DO SUL.JA SE FAZ NECES SÁRIO COLOCARMOS UM INDIO COMO PRESIDENTE DA FUNAI.NADA MAIS PARA ESTE MOMENTO ABRAÇOS NATIVOS.
    EDUARDO KAIOWA CAMPO GRANDE MS 24 DE MARÇO 2008

  3. Venho trabalhando com comunidades indigenas Pataxó e Tupinanbá no extremo sul da bahia e não poderia deixar de parabeniza-los pelas postagens que levam infomação a cada canto do mundo,principalmente quando se trata de levar aos povos informações pautadas na educação superior uma relaidade que hoje se tornou bem proxima dos indigenas.
    A importancia do fortelecimento institucional nas aldeias representa a força mostrada a cada dia pelas consquista de cada povo,não posso deixar de registrar aqui o quanto pude amadurecer o meu conheciemnto através de pessoas como a Anaiá que sempre que pode compartilhou muito bem as informações adqueridas e é de pessoas como ela que devemos nos espelhar e nos orgulhar pois a partilha faz com que nos fortalecemos enquato povos…

  4. Não poderia deixar de comentar….

    Bem… EU ESTOU 100% DE acordo com a ASSUIB tem meu total apoio, acho eu que a Funai devia fazer mais e falar menos, pelo menos e assim que eu penso…. não adianta so ficar falando, ficar citando artigos e etc e tals…

    falar algumas palavras bonitas e fácil… até uma criança diz coisas bonitas…
    mas boas ações são pocos que conseguem fazer….

    desde já agradeço a oportunidada de expor minhas opniões…

    abraços a todos!

    e NÃO DEVEMOS NOS CALAR… pois quem cala consente….
    É ESSA A HORA QUE DEVEMOS LEVANTAR AS NOSSAS CABEÇAS E EXPOR NOSSAS IDEIAS! E LUTAR PELO O NOSSO POVO!

  5. Parabenizo a Grande Valente Anaiá e todo os membros da ASSUIB/DF, pois com tantas difidculdades lutam pra se manterem estudando!!! agora parentes devemos seguir rumo a midia para que possam ver realmente toda a situação da Funai, na qual esta indo contra os principios de resguardar , e defender os indigenas, quantas reuniões se fazem sobre os academicos, mas que nenhum é convidado para participar desses assutnos voltados realmente a quem esta estudando e lutando para ter seus valores como academico e ser respeitados como tal!!! e quando menos se espera temos surpresas!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here