Acontecerá entre os dias 17,18,e 19 de agosto no Monte Pascoal a Assembléia da Frente de Resistência e Luta Pataxó.
Aproximadamente 300 pessoas das comunidades indígenas estão sendo esperadas. Será um momento oportuno para conversar sobre a luta, animar os parentes, fazer ritual e cantar.
Momento para avaliar e definir as ações da Frente de Resistência para que as coisas se organize.
No final da Assembléia acontecerá um ATO PÚBLICO em defesa da demarcação do território Pataxó.
Vários paceiros e autoridades já confirmaram presença.

VAMOS TODOS À FRENTE!

OS ASSUNTOS DA ASSEMBLÉIA:
– A demarcação do território do Monte Pascoal.
– A situação da:
* Saúde.
* Educação.
– A perseguição e Violência contra parceiros e lideranças indígenas.
– O descaso dos governos: Municipal,Estadual,Federal com os problemas das nossas aldéias.

Não podemos ficar esperando apenas pela FUNAI nem pelas entidades de apóio.
Temos que nos organizar e lutar pelos nossos direitos e por uma política indiginista que atenda aos nossos interesses.
Converse em suas aldeia e veja como participar da Assembléia da Frente.

AÇÕES DA FRENTE EM 2007:
– A Frente de Resistência tem denunciado a invasão do território Pataxó pela Veracel e tem exigido da autoridades a devolução das terras indígenas invadidas pelo eucalipto.

– A Frente esteve presente no encontro da articulação Agro-ecológica, realizado em Texeira de Freitas, onde várias entidades do Sul e extremo sul da Bahia estiveram presentes discutindo os impactos sócio-ambientais da monocultura na região.

– A Frente, esteve reunida com o Procurador da República em Eunápolis, denunciando a situação da educação e da saúde nas áreas indígenas e solicitando que o Ministério Público ajude a exigir Providência. Solicitou também apóio e proteção a algumas lideranças indígenas. A partir dessa reunião o procurador Dr.Paulo Guaresqui, esteve visitando algumas comunidades Pataxó para verificar as denúncias feitas, e se comprometeu a solicitar dos órgãos responsáveis as medidas necessárias.

– A Frente, esteve em audiência com o presidente da FUNAI no dia 25/de Julho´para reivindicar a demarcação do território único do Monte Pascoal.Estavam presentes a Diretora da DAF, a Coordenadora do GT responsável pela demarcação da terra Pataxó, os Porta-vozes da Frente de Resistência, representantes do CIMI. foi muito bom concluiu todos. Márcio Meira viu e ouviu como a Frente luta pela demarcação do Monte Pascoal e prometeu se empenhar para resolver os problemas.

– Indicamos um membro da Frente de Resistência para fazer parte do CIEA (Comissão interistitucional de Educação Ambiental) em Salvador,para discutir questões ambientais.

FRENTE DE RESISTÊNCIA E LUTA PATAXÓ.

Viva a luta e a Organização dos índios!!!
Diga ao Povo que Avance! Avançaremos

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Parabenizo os organizadores da Frente de resistência e luta pataxó, acredito e me identifico com a forma de pensar dos parentes, e o caminho é esse mesmo, organização e diálogo, ouvir as comunidades antes de tomar qualquer decisão, e estou torcendo que tudo dê certo, e que Tupã proteja a todos nós.

    Gilbertopataxo.indiosonline@gmail.com

  2. Fico felissima em saber que os indigenas estão todos preocupados em se organizar para tomarmos decisão referente a demarcação das terras indigenas, pos todo nos temos que pensar que a luta só e forte quando nos organizamos e respeitamos as nossas comunidades temos que a creditar em nós pos povo unido jamais será vencido.Parabenizo a todos que estão preocupados por esta organizão sejam fortes e sigam em frente.Abraços da parenta MARIA MUNIZ(MAYA).

  3. Vcs estam de parabéns parentes
    Temos q nos unir e organizar cada vez mais.
    É lutando que conseguimos nossa autonomia
    e consequentemente a nossa liberdade!!!
    Grande Abraçooooooooooooo

  4. Não sou indígena mas me identifico muito com a luta de vocês, sou apaixonada pela militância e gostaria se tiver alguém da Frente que possa me explicar como posso fazer para participar dessa assembléia, deixe informação no site do índiosonline. obrigada! juntos somos fortes, e uma corda de tês voltas fica mais difícil de ser quebrada.imagine uma de 300, 400, 500, voltas fica bem mais difícil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here