Hoje, os seus remanescentes estão de forma organizada dando continuidade nessa tradição milenar. Mesmo com tantas dificuldades de matéria prima, (já que os fazendeiros desmataram quase todas as matas atlânticas da região), as mulheres continuam firme na batalha e acreditam vencer, apesar das dificuldades.

A aldeia Indígena de Água Vermelha não tem um meio de comunicação, não tem estrada boa e também não tem assistência por parte do Órgão Executivo Federal, a FUNAI, e através de uma iniciativa própria as mulheres decidiram criar um grupo organizado para vencer as barreiras das dificuldades.

Reginaldo Ramos

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here