Hoje, 11 de Junho de 2007, às 10 horas da manhã, as tribos Pataxó hãhãhãe e Tupinambá entraram na FUNAI de ilhéus com o objetivo de tirar o administrador da AER que deveria atender as nossas aldeias – visto que o mesmo, senhor Aguinaldo Franciso Santos, fazia uso abusivo do seu cargo: saía para festas utilizando os carros da FUNAI, se envolveu em acidentes com eles (batidas); sendo que na última ocorrência, terá de pagar R$ 8.000,00 (oito mil reais); dinheiro este que será tirado de nós. — Alcançamos nosso objetivo: a partir de amanhã, ele entrará como índio e não mais como administrador.

Ainda hoje um grupo grande de índios permanece no local. Irão pernoitar como forma de protesto até o representante de Brasília chegar com a nova indicação para presidente da FUNAI – núcleo Ilhéus.

As lideranças que tomaram frente do protesto desde o início foram Valdelice (Jamopoty – cacique de Tupinambá, Olivença) e Ilza (Cacique de Pataxó Hãhãhãe).

Mais informações serão publicadas futuramente.

Jaborandy Yandê Tupinambá
jaborandy.indiosonline@gmail.com

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

13 COMENTÁRIOS

  1. e lamentavel ouvir de parentes denucia sendo tornada publica sem nenhum respeito a luta que e desemvolvida pela as pessoas, sou administrador da funai a desenove meses, foi enfrentado no ano passado trinta e oito retomada com vinte e oito reintegração de posse a favor dos fazendeiros, tenho tido dialago constante mente com as loderanças sobre o assunto ,nunca impus a minha permanencia a frente da funai,e este tipo de atidude so vai preujudica a luta dos povos e sastifazer a caprixo de pessoas mesquinhas que se vale de insuflar as pessoas com ma intenção contra as outras, pois era muito simplis bastava fazer uma reunião na aldeia com todos caciques e dizer que eu deveria entregar o cargo ;depois a inveja e ruin se deixar ser manipulado e pior ainda ,e mentir e pior ainda ate mesmo porque não andei batendo os carros publicos , muito menos fazendo farras com dinheiro publico , houve sim um acidente com o caro oficial na sexta feira trasada e estava em serviço e todas as as providencias dentro da lei para apura a responsabilidade foi tomada e nem se quer tem orçamento que o carro so amassou o capu e quebou o paraxoque,não tenho nada a temer sei que pelo o fato de ter sido vereador e ja ter sido ameaçado de morte pelo os fazendeiros pela a luta pelo o nosso territorio não quero permitir que as influencias externas e divergencias internas,faça min inimigo da minha comunidade e não posso ser responsavel pela dificuldade que passa afunai, acredito que temos asuntos muitos mais importante pra tratar como a restruturação da funai na região, que ja houve a perca da autonomia finaceira e administrativa dos dois nucleo itamaraju e porto seguro,os problemas fundiarios dos dois povos os tupinamba e pataxó hãhã hãe tem varias liminares a serem cumprida, estao dano intiro no pe e lutando contra quem não é inimigo e isso se resolve no dialogo em anquanto isso os fazendeiros estao rindo do nosso equivoco, entrarei de ferias desta sexta feira e mu cargo esta a disposição do presidente da funai e das lideranças que não são so este grupo esta ocupando a funai,pois os dois povos tem doze caciques e no protesto temos so quatro cacique acredito que o respeito a democracia deve ser respeitada,estarei todos os dias respondendo as acusações que for publicada contra a minha pessoa deste espaço e para qualquer duvida o meu celular e88011074

  2. Sabe o que acontece Agnaldo, muitas pessoas não tem coragem de fazer o que esses caciques estão fazendo,e sempre e a minoria que são honestas e não aceitam o erro,isso não siguinifica que só porque não houve um protesto em massa das comunidades que os demais estão satisfeitos com você não é isso de jeito nem um, e temos certeza que é dessa maneira que iremos desmontar essa quadrilha que se passa por indígenas mas na realidade são iguais ou piores que os capitalistas assumidos, você, Zezito e Zeca tem que tomar vergonha na cara e não fazer o que vem fazendo com seu próprio povo, o Zezito mesmo está dóido atraz dos caciques para levar para Brasília para defender o lado dele, canalha safado.Porque antes de ter esses problemas ele não ia até as aldeias para defender projetos para o povo indígena. e tem cacique que ainda defende uma pessoa dessas a troco de favores pessoais, infelismente… é assim.

  3. Eu assistir a reportagem pela televisão, e fiquei muito feliz em ver pessoas de coragem e que não se intimidam diantes dos ditos “intelectuais” indígenas,que estão disposto a lutar pelo povo. Parabens Valdelice, Paulo Titiá dentre outros companheiros,é dessa maneira que iremos nos encontrar novamente como indígenas, e de maneira nem uma como ladrãoes.Valeu não se intimidam porque vocês são guerreiros.

  4. CARTA ABERTA AOS POVOS INDÍGENAS

    Por alguns instantes seguro entre os meus dedos uma caneta, e na minha frente vejo um papel em branco. Na minha cabeça, um turbilhão de pensamentos, uma confusão mental, um desejo enorme de gritar aos quatro cantos do mundo, uma força que me arrasta um calor que emana das profundezas do meu SER, parecendo que me encontro em um labirinto daqueles, que achamos nunca mais encontrarmos a saída.
    Por um momento apenas, penso… Será que estou perdido? Logo, percebo uma voz dos nossos mais velhos, melhor dizendo, a voz daquela que foi a grande responsável por hoje eu ser o que realmente sou, por ter a consciência de onde viemos, quem somos, e para onde vamos.

    Nessa absoluta certeza, é que convido a todos para uma reflexão profunda, dos acontecimentos relacionados com nós Povos Indígenas brasileiros.
    Diante de tais circunstâncias não podemos mais nos calar, ser omissos, ou tratar dos nossos assuntos de maneira isolada, é preciso tornar nossa voz uníssona, em busca da verdadeira Democracia, Liberdade e Justiça.
    Precisamos formar uma aliança, uma união consistente entre todos os POVOS INDÍGENAS existentes, para lutarmos contra a exclusão a que temos sido relegados por tanto tempo.

    Precisamos nos unir também, com todas as classes excluídas não indígenas, mas que são brasileiras e se sentem fora do contexto.
    Chamar atenção de toda sociedade civil para que nos percebam e entendam nossa luta, todos os homens de bem existentes.
    Hoje elogiam a cultura africana, mas desqualificam ou desconhecem as culturas indígenas atuais. Preferem ver os índios nos museus, ou como figura decorativa artesanal, porque para eles somos o passado, o velho, ou até mesmo uma ameaça, quando ainda nos chamam de selvagens.
    Precisamos lutar pela nossa dignidade, mostramos que não precisamos do PODER, que tanto corrompe e mata a humanidade, mas sim de sermos incluídos e respeitados como verdadeiramente somos. Os primeiros Povos a povoar este território.

    Precisamos mostrar ao então Presidente do Brasil, que para ele sair no mundo afora pregando uma política de união e reparação é preciso primeiro UNIR e REPARAR à sua Nação. Mostrarmos também, ao Presidente da FUNAI, que ao invés de sair em busca de outros Povos, ou outras culturas, fora do nosso território, que primeiro ele mostre ao mundo, que no Brasil existem mais de 200 etnias e 180 línguas faladas diferentes,e que somos ricos em pluralidade étnica e cultural, que apesar de todas as práticas de extermínio que sofremos até hoje, continuamos resistindo e existindo.

    Parentes, e todos aqueles que se sentem excluídos fechem os olhos e ouvidos, não se iludam não se enganem mais. Cuidado com todo esse colorido, as cores são falsas, assim como as palavras deles, na primeira chuva desaparecerão, não são como as cores do arco-íris, que permanece fiel à sua origem.
    União dos Povos Indígenas, em busca da Cidadania Plena (Democracia, Liberdade e Justiça).
    Muito obrigado!

  5. Em toda as sociedades existem disavencas, nas comunidades indigenas isso não são diferente,com a colonizacao mesmo sendo obrigados adquirimos a ambicao, a inveja, é o que esta acontecendo neste momento. Acontece que o indio tem a funai tambem como uma fonte de conseguir miganhas e quando coloca outro indio para administrar a funai isso se torna muitas vezes dificil e tambem essas pessoas não aceitam que outro indio esteje lá governando e ganhando um bom salário e tenta muitas vezes falar mal, difamar dentre outras barbaridades e o fato tambem dos Pataxós há há hae ser formado por 5 grupos diferentes que tambem detras de tirar o parente da administracao existem outras influencias, acredito que este site esta fomentando a briga entre os proprios indigenas pois não limite nas suas publicacoes, o final deste vai ser muito mal porque qualquer briga lanca no site e isso vai se tornar uma reacao do nosso povo porque roupa suja se lava em casa. Pesso o site que analise esta questao.Porque acredito que o objetivo do site é outro.

  6. qyero deste momento solicitar para a pessou que fez o comentario no dia 12-06-2006 as 20-30minutos, que seja menos covarde e pelos omenos sai do anonimato pois eu sei quem eu sou o que sou e o que ja fiz em pro do meu povo, e sou publico,e ve cabra que tenha um pouco de respeito pelo seu povo,passando conhecer os problemas dos outros povos ,os meus contatos estão ai faça contato comigo e fale sobre o assunto,pois teno dedicado a minha vida pela a luta para retomar o nosso territorio e não vou min calar diante de forças internas e externas movida pela motivaçao da inveja e falta de coragem de enfrentar os problemas de fernte, gostaria de recomendar au adm do site quer reveja a posição do msmo, e se publicar texto anonimos deligrino imagem de pessoas, a final esse meio de comunicação uando foi criado foi com a justificativa de fazer uniaão entre os povos e entregar os mesmo au mundo e de alimentar divergencia entre os povos ,e cada povo possa resolver seus problemas , a final os cacique são autoridades e devem ser respeitado pelos menmro de sua comunidade assim tambem respeitar os mesmo , parentes não vou levar sobre meus ombros a inoperancia do estado mais facil criticar min e outro parente do que um não indio, acredito que esta na hora de repensarmos a maneira que estamos tratando alguns aliados e sabermos quem é mesmo aliado. boa tarde

  7. MEU PARENTE A MUITO TEMPO, NÓS RECLAMAMOS DE FUNAI, QND O ADIMINISTRADOR ERA VALDIR NÓS RECLAMAMOS MAS NUMCA PASSAMOS COM ELE, O Q PASSAMOS COM VC Q É PARENTE DA LUTA CONHECEDOR DOS PROBLEMAS Q NÓS PASSAMOS NA COMUNIDADE, POR ISSO TE COLOCAMOS COMO ADMINISTRADOR POR CONHECER O SEU TRABALHO, MAS INFELIZMENTE, VC SE CORROMPEU COM O CAPITALISMO E SE DESFEZ DOS Q TINHAM TE AJUDADO A VC ENTRAR NAQUELE CARGO “ESQUECEU DE SUAS ORIGENS, DOS SEUS PARENTES” E SE VENDEU AO MESMO CAPITALISMO..
    VC SÓ ESTAR COLHENDO O Q PLANTOU “DENTRO DA SUA GRANDE OPORTUNIDADE” MAS NUM ESQUENTE NÃO ,NUM SEI SE TU TERA OUTRA IGUAL AS COISAS PASSAM AGENTE NUM ESQUECE, E SIM (ENGOLE E DEPOIS VOMITA) ACHO Q VC NÃO CHEGARA PASSAR POR ISSO TD DE NOVO.

    SOU TUPINAMBÁ NUMCA TIVE PROBLEMAS PESSOAL COM VC NEM SOU DE GRUPINHO “UMA, EU NUM GOSTO DESSAS COISAS, SOU INDIO TUPINAMBÁ DE OLIVENÇA E ESTOU PARA AJUDAR MEU POVO NO Q EU PUDER, POR Q EU NUM PONHO MINHA MÃO ONDE EU NÃO ALCANSO FAÇO O Q POSSO. NÃO TENHO NENHUMA INVEJA DE VC PELO CONTRARIO SEMPRE GOSTEI DE TE VER FALANDO COMO INDIO DEFENDENDO OS DIREITOS DO NOSSO POVO.
    E NÃO SE APROVEITANDO DOS PARENTES, COMO VC ESTAVA FAZENDO MENTINDO PR SE MANTER NO CARGO, SOU REALISTA NÃO GOSTO DE MENTIRAS.

    DESCULPAS MEU PARENTE, É Q AS VEZES A GENTE FALA O QUER E ESCULTA O Q NÃO QUER.

  8. “Meios de comunicação livres, desobstruídos de qualquer impedimento político, ideológico ou econômico, é que permitem a circulação das idéias, das informações e do conhecimento. Ou seja, é a liberdade que mantém saudável uma sociedade, que permite a ela crescer, desenvolver-se e buscar a prosperidade dentro daquilo que a maioria dos seus cidadãos considera justo e correto.”
    Representante da UNESCO no Brasil – 3 de Maio,Dia Mundial da Liberdade de Imprensa, 2002.
    ————————————————–

    Promover, no mundo inteiro, a livre circulação de idéias é uma das missões fundamentais da Unesco. À primeira vista, pode-se ter a impressão de que essa missão é simples. E, de certa forma, é – nas nações democráticas, como o Brasil, onde a liberdade de expressão está prevista na Constituição e costuma ser RELATIVAMENTE respeitada pelo governo e pela sociedade. Mas há no cotidiano, muitas pessoas excluídas de ter sua voz ouvida, há coronéis que mandam silenciar (matar) indígenas e jornalistas comprometidos com a justiça… e há fundamentalmente, os atritos naturais surgidos das divergências.
    Nos da THYDEWAS, não tomamos partido, não julgamos, não atacamos, não defendemos ninguém; nos só promovemos valores, princípios, formas.
    Promovemos a livre expressão, a livre circulação de idéias, a liberdade de opinião, a riqueza da diversidade e o dialogo como forma de mediar os conflitos; o dialogo como forma de promover a paz.
    THYDEWAS não abre canais para facilitar a expressão dos indígenas, que secularmente vem sendo calados, para ficar depois administrando – CENSURANDO- o que pode ou não ser publicado.
    A THYDEWAS foi sim, um dos mentores desta REDE, REDE que ganha a cada dia mais autonomia, independência e liberdade. REDE de pluralidade de opiniões… Acredita na participação direita, onde cada um é responsável de sua própria opinião, onde de preferência cada um deve assinar de forma reconhecível para assegurar o melhor dialogo e medir as palavras com que se expressa, assumindo-se sempre como responsável de sua idéia e se colocando aberto a se enriquecer com as idéias dos outros.
    A democracia, a liberdade, a livre expressão é “algo” novo para Latina América, e é algo extremadamente novo para os povos indígenas, que continuam sofrendo hoje de uma quase total falta de voz dentro da sociedade brasileira.
    A REDE INDIOS ON-LINE, a meu modo ver, esta retomando o DIREITO A VOZ para os indígenas, que em muitas ocasiones se valem da REDE para informar, desde um assassinato de um indígena, a também fazer as reivindicações necessárias perante a sociedade civil e perante as autoridades competentes. Muitas são as matérias que o site tem veiculado onde os índios expressam suas “reivindicações” frente a FUNAI, FUNASA e ate cartas dirigidas direitamente para o Governador de um Estado ou mesmo para o Presidente da Federação.
    Nos orgulha dizer que nunca existiu CENSURA, que para uma pessoa opinar, respostar, exercer seus direito de livre expressão, a REDE esta ai. Obviamente, quanto as pessoas, cuidam de deixar seu e-mail e seu telefone, de medir suas palavras, expressões, é bem mais saudável. Mas, ainda havendo, pessoas que publicam desde o anonimato, o espaço é aberto e democrático. A REDE não reflete especialmente a opinião da THYDEWAS, a REDE é simplesmente rodovia de múltiplas mãos para a circulação livre de opiniões.
    Sebastián Gerlic
    Presidente da THYDEWAS – sebastian.thydewas@gmail.com 71-9123-6699

  9. Assunto para debate!!!!

    Do tempo em que tive contato com os povos PATAXÓ E TUPINAMBÁ, no meu pouco
    tempo de militância, pude perceber o nível de insatisfação desses índios em
    relação a postura da FUNAI no que se refere a assistência social, questão
    agrária e principalmente em relação a saúde.

    Considerei, o que de fato foi, uma VITÓRIA de Agnaldo Pataxó ter conseguido
    se eleger vereador em Pau-Brasil. Porém, eu posso estar enganado, mas não
    considerei uma vitória a indicação do mesmo para a presidência da FUNAI,
    órgão desacreditado, inclusive pelo povo que ele faz parte.

    A melhor forma de se calar um (a) militante é dando ao mesmo um cargo
    político. Como poderia Agnaldo continuar sua luta contra os descasos do
    Governo aos povos indígenas se o mesmo ocupa um cargo público deste
    gabarito?
    Acompanhei a luta de Agnaldo nos ultimos 15 anos e confesso que fiquei
    decepcionado com a situação em que o mesmo se colocou: seu próprio povo
    exigindo sua renúncia por causa de problemas históricos.

    O que faz, então, Agnaldo? critica o Governo pela escassês de recurso ou
    falta de repasse (isso os outros já faziam). Podemos afirmar que esse cargo
    funcionou como uma armadilha (…) um explícito paradoxo? A postura do
    “nosso Governo” foi a mesma dos anteriores (…) ou eu estou delirando?
    Para a imprensa que sempre deturpou a luta dos povos indígenas é um “prato
    cheio” ver uma liderança desses povos sofrer um “linxamento…”

    Qual seria então a solução? pois no Brasil já vimos e vivemos as mais
    adiversas situações: importantes militantes, lideranças, sindicalistas que
    passaram a ocupar cargos públicos almejados ao longo da nossa história e
    conseguiram frustrar aos demais que contribuíram para o seu êxito… Espero
    que o companheiro Agnaldo Pataxó consiga tornar público a realidade em que
    se encontra a FUNAI e a real posição do Governo em relação a manutenção dos
    direitos dos povos indígenas por meio deste órgão público

  10. Gente!Faço minhas as palavras do visitante anterior.Cuidado!A esperança está pintando com falsas cores a história VIVA dos povos indígenas do nosso pobre BRASIL RICO!
    Não podemos nem devemos nos calar diante das tantas injustiças vistas e vivenciadas, mas tomemos muito cuidado para que não estejam calando mais militantes das causas indígenas!De olhos abertos para o governo!Por TUPÃ!!!!!!

  11. Muito sábio as colocações do visitante do dia 25/06/07, se cala a boca de uma liderança dinâmica é fazendo com que seu próprio povo perca a credibilidade, o que aconteceu com Agnaldo, está sendo armado com mais algumas pessoas que estão recebendo do Governo sub-cargos na realidade um cala boca, não pode brigar com o governo porque o mesmo passar ser seu patrão, o que paga seus salários, está realidade sendo feito uma grande armação, mas que infelismente a mairia das pessoas não consegue ver, pessoas hoje que estão assumindo cargo no governo como bons dentro de algum tempo não terão credibilidade dentro das suas comunidades, assim como aconteceu com Agnaldo em breve serão muitos, eu temo pelo cargo de Jerre Matalawe porque é uma pessoa de bem, responsável mas é pequeno diante do governo terá vontade de fazer, mas quando se ta do outro lado tudo modifica, só que as vezes o parente não que nem saber joga pedra mesmo.

  12. para o primeiro comentário
    da “lara”
    eu simplesmente acho que é uma situação ridicularizada o que ela está divulgando, pois a funai é uma empresa que não está cumprindo muito bem o que promete e o que deve se fazer. Não tem o que falar sobre isso, acho que você tem que em primeiro lugar, melhorar seu vocabulário e sua escrita e depois, reclamar e falar alguma coisa.
    tchau
    Vi…..a

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here