No dia 15 de novembro de 2005 o Movimento Jovem Pankararu, que é um movimento que luta pelos direitos dos jovens Pankararu, visando o direito a vida, a igualdade, a liberdade,

a propriedade, a boa saúde, a educação de qualidade, a segurança e principalmente a preservação da cultura e fortalecimento da sua identidade étnica Pankararu se reuniu.

Durante aquele dia, nas mangueiras de pai Chico localizado na aldeia Brejo dos Padres, os jovens Pankararu se reuniram para, entre outros, discutirem um assunto que causa muita preocupação no nosso povo Pankararu: A falta da água.
Com exceção da aldeia Brejo dos Padres as outras 13 aldeias que envolvem o povo Pankararu sofrem arduamente com a escassez de água. Principalmente as aldeias Saco dos Barros e Caldeirão são as que mais sofrem.
E todos esses problemas são causados por descaso e incompetência de órgãos municipais e federais como as prefeituras de Jatobá, Tacaratu e Petrolândia que divide os limites das terras Pankararu e os órgãos federais FUNAI e FUNASA que recebem recursos para trabalhar pela causa indígena Pankararu e que pouco faz por esse povo, entre esses e outros motivos como, por exemplo: A desentrusão dos posseiros que estão nas nossas terras já, homologadas e demarcadas, mas que se recusam a sair. O Movimento Jovem decidiu procurar as lideranças tradicionais, ou seja, de tronco Pankararu, para ver se eles aceitam junto aos jovens se articular e se organizar para realizar uma manifestação para reivindicar esses nossos direitos.

MATERIA REDIVIDAS POR EDVÂNEIDE MARIA DOS SANTOS

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here