THYDEWAS convida vocês a realizarmos em forma colaborativa um livro, que momentaneamente se titula: INDIOS NA VISÃO DOS ÍNDIOS: SOMOS PATRIMONIO.

QUEM PODE PARTICIPAR
Todo indígena que tenha lido esta proposta e concordar com a mesma, querendo pode participar. Esperamos que mulheres e homens, jovens e adultos indígenas participem. Esperamos que indígenas de várias etnias participem.

COMO PARTICIPAR
Para participar é simplesmente enviar por email…. O texto e, se quiser, pode acrescentar fotos e ou desenhos. Sugerimos que cada texto tenha um título e seja incluído também umas poucas palavras que apresentem o autor do texto e também um email de contato. É possível, para quem desejar, fazer textos em duplas ou mais pessoas, ao exemplo de um jovem poder entrevistar um adulto ou gravar uma roda de conversas.

O TEMA DO LIVRO
A ONG THYDEWAS apresentou a coleção de livros INDIOS NA VISÃO DOS INDIOS, através de 5 de seus exemplares, para CAB – Convenio Andres Bello (http://www.convenioandresbello.info/index.php?idcategoria=1128) que premiou esta coleção com recursos para a impressão de um novo título e com 1000 unidades na tiragem.

O tema do livro é: SOMOS PATRIMONIO
Quais são seus patrimônios, suas riquezas, seus valores, sua sabedorias, ciências, conhecimentos, dos quais vocês tem orgulho. Quais são seus valores sócio-culturais? Qual sua culinária, Medicina, língua, Educação Tradicional, Rituais? Quais são aqueles que a sociedade brasileira já se apropriou, quais os que vocês gostariam que sejam mais divulgados, conhecidos, valorizados….Quais patrimônios vocês gostariam que contagiassem a forma de vida de todos os seres humanos da Terra?
Patrimônio é aquilo que é tipico de tua cultura, de teu povo e que dá sentido a tua vida!

PODES ESCREVER UMA REFLEXÂO envolta do PATRIMONIO…

Do que os Brasileiros se apropriaram dos índios… Do que os índios sincretizaram nestes 509 anos de invasões… Sobre como a tua comunidade mantêm viva suas tradições….Ensinamentos….Ou sobre iniciativas que teu povo esta tendo para fortalecer seus rituais, seus conhecimentos…
Patrimônio não é algo parado, algo herdado, mas algo dinâmico. O Patrimônio de um povo é aquilo que sobrevive porque se constrói nos fazeres, na forma de viver, porque vive no cotidiano. O patrimônio esta sempre se renovando, se atualizando, se re-criando. Patrimônio é o jeito que um povo tem de se relacionar com a Natureza… De organizar sua sociedade… Patrimônio tem a ver com identidade, com o sentimento de pertencer a uma cultura, com o sonho coletivo de um povo.
Patrimônio é a armadilha que cada povo faz para conseguir seu alimento. Patrimônio é a estratégia que cada povo usa para retomar ou preservar seu território. Patrimônio é também o jeito que um povo encontra para sobreviver, para se desenvolver….O jeito de enfrentar a seca, as enchentes, a desflorestação, o racismo…

Encorajamos aos indígenas a escrever SOMOS PATRIMÔNIO.

Escrever em em primeira pessoa do plural para expressarmos a idéia do patrimônio de participação coletiva, de construção das identidades.
Nós Tupinambá somos….. Nós Macuxi somos…. Nós Tapeba somos….
Assim nós nos perceberemos diferentes e também unificados.

O CRONOGRAMA
A partir de hoje, 28 de abril ate o dia 15 de junho, a THYDEWAS, através do trabalho do editor de Sebastián Gerlic, estará selecionando os textos, fotos e desenhos que irão compor o livro. Aconselhamos que os indígenas interessados façam logo contato com o editor para ir acertando já sua participação. Os autores que quiserem poderão contar com sugestões do editor e também com sugestões de possíveis correções de português.

Direitos autorais e distribuição
50% serão distribuídos proporcionalmente para seus autores….Se houver 10 autores serão 50 livros para cada um. Se for 20 autores serão 25 livros para cada um.
25% para os apoiadores da iniciativa e 25% para a ONG THYDEWAS responsável pela execusão.

Temos escolhido o Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil para este livro, veja o que significa:

As pessoas poderão ler, copiar, criar obras derivadas e distribuir o livro ou trechos dele sempre e quando cumpram as seguintes condições:

1) Atribuição. Sempre tem que acompanhar o nome do autor e seu email.
2) Uso Não-Comercial. Ninguem pode usar esta obra com finalidades comerciais sem previa autorização escrita dos autores e do editor.
3) Compartilhamento pela mesma Licença. Se você alterar, transformar, ou criar outra obra com base nesta, você somente poderá distribuir a obra resultante sob uma licença idêntica a esta.

Para saber mais:
http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/2.5/br/

LEMBRANDO:

O conceito de Patrimônio CAB (convenio Andrés Bello) é orientar para a THYDEWAS.
Somos Patrimônio
O patrimônio cultural de nosso povo não é só material (monumentos e documentos escritos) legado ao passado temos que incluir todas as criações imateriais para o qual as próprias comunidades atribuem um valor fundamental: as expressões da vida cotidiana e espiritual. O patrimônio é uma órgão de natureza material e imaterial que uma sociedade usa para enfrentar os seus problemas, realizar seus sonhos, e construir a sua identidade.
Manter viva a tradição é uma forma de ter patrimônio para enfrentar os desafios da modernidade.

Participe: Entre em contato com o editor, Sebastián Gerlic
sebastian.thydewas@gmail.com
(82) Oi 8805-0203 ou (82) 3334-0402

Sobre outras publicações da THYDEWAS:

Proposta do Arco Digital: http://www.indiosonline.org.br/blogs/index.php?blog=40&title=facamos_um_livro_juntos&more=1&c=1&tb=1&pb=1

Nós Tupinambá http://www.indiosonline.org.br/blogs/index.php?blog=4&p=2810&more=1&c=1&tb=1&pb=1#more2810

Pataxo de Prado http://www.indiosonline.org.br/blogs/index.php?blog=18&p=2544&more=1&c=1&tb=1&pb=1#more2544

Lançamento na TEIA http://www.indiosonline.org.br/blogs/index.php?blog=18&p=2544&more=1&c=1&tb=1&pb=1#more2544

O ARCO em Maceió http://www.indiosonline.org.br/blogs/index.php?blog=1&p=2392&more=1&c=1&tb=1&pb=1#more2392

TUXA CONTA SUA HISTORIA

Pataxo HAHAHAE http://www.indiosonline.org.br/blogs/index.php?blog=11&p=1772&more=1&c=1&tb=1&pb=1#more1772

Tupinambá de Olivença continuam sendo perseguidos!

30 de OUTUBRO de 2009

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Encaminho, conforme combinado na teleconferência, os contatos das entidades responsaveis pela articulação das lideranças quilombolas, ciganas, indígenas e de Comunidades de terreiros para participarem da Plenaria Nacional de Comunidades Tradicionais, nos dias 16 e 17 de maio, quando serão eleitos(as) os(as) delegados(as) destas comunidades à II Conferencia Nacional de Politicas de Promoção da Igualdade Racial.

    1) Maria Helena Azumezohero- Representante Indígena – MT
    conamibrasil@hotmail.com azumezohero@hotmail.com (65) 9964-9173 9933-1500
    CONSELHO NACIONAL DE MULHERES INDÍGENAS – CONAMI
    Aldeia Indígena Pareci – Tangara da Serra – MT- Aldeia Indígena Urbana Marçal de Souza Campo Grande – MS

  2. Bom, primeiro queria parabenizar a iniciativa e dizer que é de grande importância para nós povos indigenas, parabenizar em especial a pessoa do SEBAS e dizer que com certeza irei dar minha contribuição com um texto para ser avaliado por sua equipe, pois nós Pankararu somos patrimônio e temos muito o que contar e deixar na história para nossas futuras gerações.
    Sarapó Pankararu.

  3. bom primeiramente gostaria de parabenizar a THYDEWAS e a Sebastian pela iniciativa de criar um livro onde todos os indigenas poderam participar e que sera DE de grande impotancia para todos povos indigenas.

  4. Nào sou índígena sou apenas descendente próxima de índios,mas sou apaixonada por esse povo maravilhoso e tenho estudado muito sobre os índios em todo o Brasil e no mundo.Gostaria de saber se também posso participar enviando um texto á respeito dos meus estudos sobre os índígenas.Gostaria de agradecer e também parabenizar a voces pela iniciativa importante de levar ao povo brasileiro o conhecimento sobre a nossa vida através de um livro que vai ao mesmo tempo estar ajudando os próprios índios se conhecerem mais e as pessoas á estarem praticando á leitura e isto é algo muito necessário nesse nosso país de maioria da populacào desinformada.

  5. Nào sou índígena sou apenas descendente próxima de índios,mas sou apaixonada por esse povo maravilhoso e tenho estudado muito sobre os índios em todo o Brasil e no mundo.Gostaria de saber se também posso participar enviando um texto á respeito dos meus estudos sobre os índígenas.Gostaria de agradecer e também parabenizar a voces pela iniciativa importante de levar ao povo brasileiro o conhecimento sobre a nossa vida através de um livro que vai ao mesmo tempo estar ajudando os próprios índios se conhecerem mais e as pessoas á estarem praticando á leitura e isto é algo muito necessário nesse nosso país em que á maioria da populacàoé tào desinformada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here