Aos dias 14 de novembro de 2006 ainda pela manhã em TUMBALALÁ, foram retidos na aldeia uma viatura e três funcionários da FUNASA, afim de garantir nossos direitos que infeleismente não estão sendo respeitados com o diálogo. a muito tempo vemos solicitando da FUNASA um transporte para deslocamento dos indigenas doentes da aldeia para os municípios próximos Abaré/Curaçá/Paulo Afonso/Juazeiro/Salvador. Um carro em boas condições seria o mínimo que poderiam fazer, portanto nada foi feito o carro que atende a aldeia estar em péssima condições o doente que anda nele fica mais doente pois não conseguimos chegar no destino pois quebra no caminho, não chega no dia do pessoal ser atendido, alegam estar no conserto,temos idosos com casos delicado na aldeia que precisa ser atendido numa hora emergencial, os transportes locado pela FUNASA estar com pagamento atrasado e ninguem mais quer transportar a gente para as cidades, não agimos assim porque queremos, somos obrigados a fazer cumprir ações de cidadania do que é nosso por lei, direito a saúde e assistencia médica, mas como se não podemos chegar até eles?Esperamos ser ouvidos para que nossa situação seja resolvida. pois é de vidas que estamos falando, de vidas em risco de morte.

Cecilia Tumbalalá

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here