Nós comunidade Pataxó Hãhãhãe estamos bastante triste com a perca de uma anciã que muito fez pelo nosso povo.

A índia Irda tinha 98 anos de idade e faleceu de úlcera e câncer no estômago que há muito tempo vinha sofrendo com esta doença que lhe causou a morte, só sabemos que esta guerreira deixou de existe em nossa comunidade.

Esta guerreira era muito importante na nossa comunidade, pois sempre esteve firme e forte para nos ajudar na conquista de nosso território e também nos momento que adoecia alguém de nossa comunidade ela estava pronta para nos orientarmos com seus remédios naturais para que nós pudéssemos ficar curadas verdadeiramente.

Sentimos muito com o passado desta anciã indígena, pois ela sofreu muito com a luta pelo o resgate do nosso território passou por vários maltrato dos fazendeiros, grileiros. Na qual a mesma ocupou no ano de 2004 uma areia na região do Taquari do fazendeiro Cabral, porém foi expulsa pelos Policiais Federais acompanhados pelos fazendeiros dizendo eles que estiveram o apoio favorável da justiça para retira-la a força desta área, com isso esta índia perdeu tudo que tinha ali dentro desta área e a partir daí esta índia entrou em uma depressão muito forte, pois a mesma tomou varias bofetadas e empurrões que passou a sofrer vários problemas de saúde, e deixando os seus familiares preocupados, pois não queremos que isto venha a se repetir com outros anciões da nossa comunidade. Será que toda a nossa comunidade vai ter que se acabar desta forma? Porque o direito é nosso, mas a justiça não respeita o capitulo da constituição que fala: tem que se respeitar língua, costume, crença, tradição de um povo que sempre esta lutando pelo o seu direito.

A sua historia vivida na luta pela terra nos serviu de experiência para aprendermos buscar os nossos direitos, e também cuidar da nossa mãe terra e preservar a nossa cultura.

Com sua morte estamos passando um momento de angustia, mas sabemos que esta guerreira nunca vai esquecer de nós, pois a sua alma vai esta presente no meio de todos nós nos guiando para pisar em nossa mãe terra com mais força e entusiasmos para defendermos o nosso chão.

Com a fé em Tupã que é nosso criador vamos realizar o desejo desta anciã que em vida deseja que esta terra fosse do seu povo que vem lutando há muitos anos para conquista-la.

Despedimos com muito pesar, pois quando morrem um da nossa comunidade nós não sentimos que esta morto, e sim sempre esta vivo no meio de todos nós.

Anteciosamente: Yonana Pataxó Hãhãhãe, Maya Pataxó Hãhãhãe.

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Muito bom e poder expresarse com voce, YONANA fez…partilhar a dor e a esperança. Com certeza sua Ti, lhe acompanhará sempre, estará sempre com teu povo! Muito bom ver uma materia assim, rica, forte e cheia de fotos. Sebas

  2. Yonaná e Maya,

    Quando um guerreiro morre é tristeza no coração dos que ficam, mas é festa no Pai Céu. O que ela deixa de exemplo pra sua comunidade, pra vocês e para os mais jovens, nunca vai morrer, vai ficar para sempre e acompanhar outras gerações. A sabedoria que ela passou das suas plantas de cura e das rezas, dos cantos,também não morre.mas eu concordo com vocês, é preciso mais cuidado e exigir muito mais respeito com os anciões, especialmente em momentos deprotesto e luta, eles como as crianças são mais frágeis, embora seu espírito seja muito mais forte. Minhas preces hoje, vão para o querido Povo Pataxó Hã Hã Hãe, e pela despedidada querida india Irda.Que ela descanse em paz e sua luz esteja com vocês.

  3. yonana parabens pela materia pois apesar de mim não estar na aldeia mas sempre estou no site divugando todos os trabalhos e vc esta de parabens
    continue assimm e sera uma grande jornalista de muito prestijio
    xau

  4. muito boa sua matéria continue assim;eu também sei como é terrivel perder pessoas que são muito importante em nossas aldeias mas é como vcs falaram sempre continuando firme e forte. LUCIDAYNE DAYNEXK@HOTMAIL.COM

  5. É TRISTE E MUITO TRISTE, VER, SENTIR CASOS LAMENTÁVEIS COMO ESTES. ESTA ÍNDIA GUERREIRA, VALENTE, AMIGA, MÃE E PARTIU, PARTIU DESTA PARA MELHO, ISTO NÃO TENHO DÚVIDAS, ERA UMA PESSOA BOA, EXISTE UM DITADO POPULAR A PESSOA SÓ É BOA QUANDO MORRE, MÁS ESTA QUE ESTAMOS MENSINANDO É DIFERENTE, COMO ELA E OUTRAS LIDERANÇAS QUE JÁ FORAM PARA O ALÉM, FORAM PESSOAS BOAS, SER BOM NÃO É DAR AS COISAS, SER BOM EM PRIMEIRO LUGAR É AMAR AO PROXIMO, LUTAR PELA MÃE “TERRA” (QUE É DE TODOS)E FORAM HÉROIS RESISTENTES, QUE FIZERAM NOSSA HISTÓRIA BRILHAR, BRILHAR PARA SEMPRE. OS NOSSOS GUERREIROS FORAM, SAMADA, DEZIDÉRIO, EUZEBIUO, CAMILO, JOÃO CLAVIN,GALDINO, JACINTO, MARIA DE CAMILO, TAM,MARIA PRETA, CARMOZINA, VELHO JÓ E OUTROS, APROVEITANDO ESTA OMENAGEM A NOSSA GUERREIRA, TIVE QUE LEMBRA DOS NOSSOS GUERREIROS VELHOS QUE JÁ SUBIRAM A ESCADA E ESTÁ LÁ AO LADO DE PAI ”TUPÃ’A NOSSA GUERREIRA ‘IRDA’, TENHO CERTEZA QUE ESTÃO TODOS COTENTES DE SE ENCOTRAREM, E A VIDA CONTINUA VAMOS LUTAR JUNTOS P/ QUE ESTES E OUTROS NÃO VENHA MAIS ACONTECER, POR QUE NÓS ESTAMOS SÓ PERDENDO, NÃO ESTAMOS MAIS LEVANDO VANTAGES QUANDO ESTAVA-MOS UNIDOS, (A UNIÃO FAZ A FORÇA, COM A FOÇA NÓS CRECEMOS} VOU FINALIZANDO COM UMA DOR NO CORAÇÃO A NOSSA (IRDA) ERA UMA PESSOA MUITO SIMPÁTICA, EU BRINCAVA MUITO COM ELA. UM ABRAÇO, JOVANILDO PATAXÓ.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here