Sobre as oficinas:

Neste nosso primeiro CICLO, que vai de 14 de novembro a 14 de dezembro existirão várias OFICINAS, muitas delas se repetirão nos próximos ciclos, outras não.

Cada índio pode participar em várias OFICINAS.
A coordenação acredita que cada OFICINA solicitará do participante em média 10 horas por semana de dedicação.
Se o índio fizer duas OFICINAS, provavelmente lhe demandará 18 horas por semana, se fizer três OFICINAS lhe demandará aproximadamente 25 horas por semana.
Cada índio poderá se candidatar para o número de OFICNAS que quiser. Mas atenção: No ato da inscrição deverá explicar suas prioridades e o tempo que tem disponível.

É interessante que se tenha vários índios de uma mesma comunidade participando do CURSO, que eles participem de OFICINAS diferentes, para que a comunidade possa se enriquecer mais.

 

OFICINAS DO PRIMEIRO CICLO

1 ) Agrofloresta – AGROFLORESTA
Facilitadores: Calango e Hiata
O Objetivo da Oficina é tomar a natureza como modelo de produção e projetar nossa sustentabilidade em harmonia com ela.

3) Conhecendo Minha Aldeia – MAPA
Facilitadora: Adriane Halmann
Para um índio saber o que fazer para melhorar a vida da sua comunidade, ele primeiro precisa conhecer como ela é, quais as problemáticas e quais as potencialidades.

3) Educação para Diversidade – MEC
Facilitadores: Kleber Gesteira Mattos, Thiago Almeida Garcia e equipe do MEC.
Um dos objetivos da Oficina e fortalecer os índios para participar ativamente da GESTAO da Educação Escolar Indígena.

4) Jornalismo Étnico – JORNALISMO
Facilitadora: Lílian Calmon
O objetivo desta Oficina é incentivar índios e índias a usarem a escrita para contar, com o seu estilo, suas experiências e suas reivindicações.

5) O que é ser Cidadão Indígena? – DIREITOS
Facilitadora: Ivana Cardoso
O Objetivo da Oficina é construir juntos os conceitos de Ser Índio e Ser Cidadão Brasileiro para melhor poder exercer seus direitos.

6) O futuro da saúde também está na Tradição –SAUDE
Facilitadora: Ana Paz
Projetar juntos a Saúde, desde o saber popular, a valorização da cultura e a linguagem regional de cada povo, em harmonia com o meio ambiente e com a comunidade.

==============================================================

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here