Na área Indígena Kariri-Xocó, trabalha funcionários de vários órgãos públicos: FUNAI, FUNASA, PREFEITURA MUNICIPAL, ESTADO, prestam serviços na comunidade na Educação, Administração, Saúde e Segurança. Os funcionários da FUNAI ( Fundação Nacional do Índio ), são o Chefe do Posto Indígena, motorista, tratorista, serviços gerais, auxiliar administrativo, vigilante e eletricista. A FUNASA ( Fundação Nacional de Saúde ), tem uma Equipe médica, com Clínico Geral, Dentista,auxiliar de enfermagem, técnico de enfermagem, enfermeira, a tendente de enfermagem, psicóloga, agente de saúde, agente de saneamento. O Posto de Saúde estar desativado, a mais de um ano, trabalham em casa alugada, atendendo 16 pacientes por dia. É pouco para uma população de aproximadamente 2500 habitantes. Os medicamentos são insuficientes para a demanda populacional indígena local. Temos uma ambulância quebrada,funciona uma toyota. A Prefeitura municipal tinha um quadro de professores e retirou os funcionários, alegando que a educação passou para o Estado. A Secretaria do Estado mantém professores, mal remunerados, salários atrasados, vigilantes, cozinheiras, serviços gerais. Tem alguns indígenas que trabalham na Polícia Militar de Alagoas. Mas a aldeia necessita de bons serviços pelos órgãos presentes, para atender a comunidade, são públicos. Os funcionários são índios, com exceção dos médicos e chefe de posto. O importante para a comunidade que os índios, busquem estudar, fazer carreira profissional, e trabalhar com amor á sua gente. Não é porque subir na vida e esquecer os menos favorecidos, esquecidos pelo poder público, devemos prestar um bom serviço público. Estudamos para humanizar nossas relações com o social, porque foi dali que nós saímos, nossa origem na camada maior da população. Atenciosamente Nhenety Kariri-Xocó.

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here