Quando chega a época da festa do umbu, nos quatros corridas.
Um dia, entre essas moças, havia uma jovem muito bonita, meiga e inocente. Leo-nor era o seu nome, ela estava vivendo, pela primeira vez, o dia que veio sua regra. Le-onor não sabia que podia comer comidas carregadas, como caças, por exemplo.
Ela comeu um pássaro chamado juriti. Com o passar dos dias, Leonor foi ficando diferente, diferente… O povo dizia que ela estava criando penas mas não eram penas. No seu corpo estava nascendo algo como escamas de peixes. Todos estavam ficando com medo dela.
Os índios sábios, que tinham o poder combinar prendê-la numa gruta, benzendo-a com arco, flecha e com a palavra. Muitos dos nossos antepassados acompanharam e a viram dos sábios pankararu .
Quando os índios voltaram na gruta não mais encontraram Leonor, disseram que ela havia se encantado ou virado um bicho e, todos os anos, quando as moças iam bus-car umbu no barrial chamavam por ela gritando; vamos Leonor, vamos Leonor.
E ela respondia; esperem por mim que eu também vou;
Muitos anos-se passaram e ate que ela deixou de responder
Dizem que a gruta onde, Leonor foi colocada, se fechou e a serra ficou conhecida como, a serra da Leonor.

ALTORA: Jaqueline
jaquelinepankararu@yahoo.com.br

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. gostei muito da lenda da serra da leonor espero que voçe faça mais materia sobre o que os mais velho contam.espero
    ler mais historia antigas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here