Reunidos na aldeia de Serra do Padeiro, município de Buerarema/Bahia, de 1 a 3 de Setembro jovens dos povos Tupinambá, Pataxó hãhãhãe, Tuxá, Tumbalalá, Pataxó do extremo sul, representantes da Articulação dos Povos indígenas do Nordeste, Minas Gerais ,APOINME e ainda com as presenças das entidades Conselho indigenista Missionário (CIMI equipe de Itabuna), Associação Nacional de Ação indigenista da Bahia (Anaí),Fase – Bahia, Care, Cpt,Cese, Funai/Cgddi, Escola agrícola Comunitária Margarida Alves, Estudantes da Universidade Federal da Bahia. Aconteceu o segundo seminário cultural da juventude indígena de Serra do Padeiro onde foram discutidos assuntos ligados a nossa cultura tendo como eixo principal motivador à questão da terra.
Diante de todos os desafios que nos são impostos, droga, desconhecimento da luta, invasão em nossas aldeias dos costumes dos brancos, desunião, desrespeito com os velhos, vamos buscar estar juntos e a cada dia mais conhecer, respeitar, valorizar e fortalecer a nossa cultura e as nossas tradições, pois é ela que garantira o nosso projeto de vida e a continuidade de nossos povos.
Vamos dar a continuidade a este importante e rico momento que vivenciamos na aldeia Tupinambá de Serra do Padeiro e no ano que vem voltaremos a nos encontrar. Que até lá o nosso pai Tupã, os nossos encantados nos protejam, nos dê força e, sobretudo muita perseverança para que possamos concretizar esses nossos sonhos.

Puhuy pataxó

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Por:Edmundo Santos
    O encontrão dos jovens na serra do padeiro serviu para mostra que quando se quer tudo é possível. O momento foi magnânimo e a riqueza das explanações foi de vultosas significações. Temas de importância vital foram debatidos dentro das quatro oficinas como: Terra, organização de Jovens, organização de movimentos indígenas e Educação. A riqueza dos debates deixou o encontro bastante pedagógico onde as duvidas foram decepadas e o bom censo prevalesceu e o momento tornou se histórico para os povos participantes. A troca de experiência nas oficinas foi o ponto alto do encontro,outro momento forte foi quando cada povo ficou sabendo da dificuldade um do outro e na medida do possível foi apresentado algum caminho para a solução da problemática. Os três dias na serra do padeiro ficará para sempre em nossa memória, Como os dias onde a Juventude presente deu os seus primeiros passos para tornarem-se lideranças, Porque o Jovem é o futuro do agora.Vale ressaltar a importância que a comunidade da serra teve na realização do encontro dos Jovens, pois sem a mesma o encontro não aconteceria. O empenho e a participação dos Jovens foi unânime segundo os organizadores e isso nos enche de alegria. Parabéns a toda organização do evento e a todos os participantes em especial a Frente de Resistência e Luta Pataxó e a COEDIN (Comissão de Educadores Indígenas do Extremo Sul da Bahia);Que os parentes sejam protegidos por Niamissum: o Deus do Povo Pataxó.E ate o próximo encontro…(.)
    Será que não estar na hora de brigamos juntos por uma Educação de verdade e de qualidae? E o salário dos nossos professores? E a merenda Escolar? E as nossas Escolas? E a nossa dignidade onde fica? Guerra social,já!!
    Agente se ver na caminhada de Itabuna a Ilheus.Eu vou e você?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here