0O MIBA- em Aldeia BARRA VELHAAconteceu no dia 19 de Dezembro de 2013, na aldeia Barra Velha Extremo Sul Bahia, uma reunião com as lideranças indígenas do estado baiano que já vinha a dois dias antes discutindo  assunto relacionado a questão indígena do estado. E no dia 19 o encontro com a Presidente da Funai a DRA Maria Augusta. Que veio a pedido dos representantes da APOINME, MIBA, APIBI, E CNPI, na pessoas de Uilton Tuxá, Luiz Titiá e Sandro Tuxá. Na reunião prévia da lideranças foram selecionado representantes para apresentar as necessidades do povo indígena da Bahia, foram eles: Dr. Dinam Tuxá, Cacique Giba Tuxá, Cacique coordenador do MIBA Zeca Pataxó, Cacique Romildo Pataxó caldeia Barra Velha, Cacique e vereador Reginaldo Titiá Baenã, Cacique e Vereador Gérson Pataxó pré 
candidato a deputado estadual, Vereador PT Sérgio Tuxá de Rodelas, Cacique Val Tupinambá, Caique Braguinha Pataxó, Cacique Carajá Pataxó e outros. Sandro Tuxá fez a leitura de um documento com todas as reivindicações dos índios da Bahia e entregue a presidente.

O MIBA- em Aldeia BARRA VELHANo inicio da reunião com a Presidente da Funai Maria Augusta, teve a abertura com o Toré ritual indígena, fez a abertura e coordenou a reunião o cacique Uilton Tuxá e Zeca Pataxó coordenador do MIBA, ande agradeceu a Presidente por ter aceitado o convite e vim conhecer a realidade das comunidades indígenas do Estado da Bahia, nesse mesmo período a Presidente recebeu um colar de presente oferecida pala anciã indígena Maria Coruja, que simbolizava a boas vindas a presidente e é um simbolo de compromisso com a causa indígena. A presidente agradece a consideração dos indígenas com a sua pessoa. Dando sequencia com as falas das lideranças que apresentaram as seguintes situação.

O MIBA- em Aldeia BARRA VELHANós lideranças estamos insatisfeitos com as mudanças que a Presidente está fazendo no órgão FUNAI  em nosso estado, principalmente a extinção de CTLs, exoneração de funcionários índios e indigenista, transferência de sede Regional Eunápolis e Paulo Afonso  para a Capital Salvador, que vei ficar muito distante das nossas comunidades indígenas para ter acesso. Alem da omissão necessária nas áreas de conflitos, falta de procurador da FUNAI para acompanhar os casos de justiça que envolve lideranças indígenas e reintegrações de posse concedida aos fazendeiros, falta de seguranças para as lideranças que estão emaçada de morte. Foram bem apresentado pelas as lideranças a indignação com os servidores Francisco e Edinaldo, por ter feito relatório sem visitar as comunidades e com isso está criando mudanças que se tornam um caos para as comunidade do sul e extremo sul baiano. O cacique Reginaldo cobrou da Presidente, que a atitude de exonerar Jovanildo Vieira, Joelia Pataxó e o Servidor Gernival é pura discriminação O MIBA- em Aldeia BARRA VELHAcom quem defende a causa dos povos indígenas, cita ainda Que o servidor exonerado Jovanildo quase perdeu a vida em emboscada pelos os planejada pelo os fazendeiros no anos de 2012, lembra que a vitima que foram assassinada no trecho de uma estrada na aldeia Pataxó eram para Jovanildo, devido a luta que o mesmo teve, sem apoio dor órgão FUNAI, que deveria hoje receber um titulo de bravura e amor a causa indígenas foi o contrario é exonerado de forma perversa e covarde pela a presidente. isso também se deu para os outro funcionários que muito fez pelo o povo indígena. o advogado indígena Dinaman Tuxá cobra da presidente que dê atenção a estrutura do órgão no estado da Bahia, principalmente nesse período em que o povo indígena está enfrentado a repressão dos ruralista, através das leis que estão sendo impota para prejudicar a nossa nação. Lembra as lideranças que as regionais da FUNAI tem funcionário novos que precisam ter uma formação para trabalhar com o povo indígenas, além de logística  para atender as comunidades indígenas .

O MIBA- em Aldeia BARRA VELHANa fala da presidente ela Pede desculpa, e que as decisões tomada foram equivocadas ela se comprometem a corregi, mais para isso é preciso que as lideranças provem através de documentos. Cita sobre as reestruturação da FUNAI  que tem mais de 5 anos e que não funciona com foram planejados, foram criados algumas estruturas que não funcionam, ou seja que não saiu do papel. que a gestão dela será com dialogo com o povo indígenas. cita que as dificuldades com procurador publico está difícil para todos os estados do Brasil. Diz que a missão da FUNAI é romper com o paternalismos e assistencialismo, e no ano de 2015 vai acontecer uma conferencia nacional para avaliar a reestruturação do órgão.

O MIBA- em Aldeia BARRA VELHAAs lideranças não ficaram satisfeito com as palestra da Presidente da FUNAI, não vemos em sua fala proposta de rever os erros cometidos, não aceitamos o transferência da regional de Eunápolis e de Paulo Afonso para Salvador. Caso insista vamos nos manifestar contra, não aceitamos que os Servidores Jovaniodo, Joelha e Dernival fique fora dor órgão, pois os mesos tem um perfil bom, que agrada a nossa comunidade. Queremos que seja excluídos os servidores da FUNAI Edinaldo e Francisco, os mesmos agiram de má fé quando enviou relatório mentiroso a respeito das nossas comunidades. Os novos funcionários contratados pela a FUNAI, uma parte tem compromisso e outros estão prejudicando o nosso povo. Você prometeu que qualquer mudança que tiver vai está em dialogo com as lideranças, mais isso não estrá acontecendo.

O MIBA- em Aldeia BARRA VELHAO MIBA- em Aldeia BARRA VELHAA presente respondeu, que vai realizar um encontro no mês de janeiro, ou fevereiro para reativar o Cometer regional e nele vai definir junto com as lideranças o mudanças no estados, principalmente rever os erros cometidos. Ficando firmado o compromisso assinando um documento manuscrito  e entregado as lideranças na presente reunião. As lideranças acreditam que as reuniões desse porte precisam acontecer nas aldeias e não em hotéis 5 estrelas, isso é uma estratégia para enganar as lideranças. Agradecem ao Cacique Romildo por ter acolhido em sua aldeia todas a lideranças. e todos estamos contra a PEC 215 e PLP 227 que vem como uma bomba para nós indígenas.

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR
A muito tempo lutando em prol do Povo indígena do qual faço parte, até ameaças de morte já recebi. Mas não me calo! pois os espíritos de meus antepassados está comigo. E a proteção de Tupã.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here