Na aldeia de Agua Vermelha comunidade Pataxó Hãhãhãe, a rede elétrica de alta tensão, coloca em risco a vida dos índios.
Essa carta é um apelo para que as autoridades tome providencia de melhorar a rede de energia em, nossa aldeia. A situação é caótica. Os postes em sua maioria estão muito velhos, a distancia de um para o outro é longa, o que leva a não aguentar o pesos do cabos(fio) e estão quebrando, alguns na cruzetas estão ex pendurados, pelo a barra de ferro, ameaçando de qualquer hora despencar. Quando acontece qualquer ameaça da chuva a energia vai embora. O pior de tudo é que não temos assistência da COELBA, o que coloca em risco mais ainda a vida dos índios. Queremos ainda acrescentar que a 2 anos atrás um índio foi morto eletrocutado, por tentar consertar a rede elétrica.
Aqui no inicio quando fizemos a primeira retomada, e tomamos posse dessa região os funcionário da COELBA vinha consertar a rede, mas hoje, eles não tem interesse, porque segundo ele a FUNAI não paga a energia. Nós índios quando entramos nessa aldeia vinha pagando certinho, até que um dia recebemos orientação do chefe de posto que não precisava pagar, depois a outro funcionário fez um levantamento no local dizendo que a rede ia ser consertado e que nós iriamos pagar sem compromisso com as dividas passada. Até hoje nada aconteceu, pelo o contrario, está de mal a pior.
Mas esperamos que em breve essa mudança venha acontece, antes que outro pai, ou qualquer pessoa venha sofre algum acidente grave.
Aonde está o projeto “Luz para todos”?

Fabio Titiá

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR
A muito tempo lutando em prol do Povo indígena do qual faço parte, até ameaças de morte já recebi. Mas não me calo! pois os espíritos de meus antepassados está comigo. E a proteção de Tupã.

1 COMENTÁRIO

  1. Certamente Fabio, nosso sistema de energia estar péssimo, as redes de eletricidade estão de mal a pior, qual quer que seja a chuva algo acontece e a energia vai embora, além de outros problemas como este da Agua Vermelha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here