Lideranças Indígenas doam sangue a favor da vida.

Entre os dias 29 e 30 de Novembro, as maiores lideranças e representantes  indígenas de órgão governamentais e não governamentais da Bahia, se reuniram na cidade de Salvador para discutir e propor ações e estratégias para o ano de 20011.

Durante o evento um fato relatado por Uilton Tuxá, coordenador geral da APOINME tocou o coração de todos os guerreiros indígenas que participavam da reunião, uma parente da etnia Tuxá, estava com uma cirurgia agendada para a mesma semana em que os indígenas permaneceriam  na capital, a mesma informou que estava precisando de doadores de sangue para que a sua operação fosse realizada com sucesso.Sem nenhuma objeção todos os parentes que souberam da situação imediatamente se dirigiram ao EMOBA (Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia) com o objetivo de ajudar a  guerreira, fazendo a doação de sangue que para muitos foi uma novidade já  para outros era uma prática comum.

Dipeta Tuxá e Wilton Tuxá, ambos representantes da Apoinme - Articulação dos Povos e Organizações Indígenas do Nordeste, Minas Gerais e Espírito Santo, deram a maior força a ação solidária.

Os guerreiros e guerreiras do Movimento Indígena da Bahia que dão o sangue em prol das suas comunidades fizeram uma ação que comprova o quanto os indígenas estão cada vez mais superando os mais diversos desafios com a força de Tupã e a  luz dos seus ancestrais.

Que essa corrente de solidariedade se espalhe por todo o Brasil, convocando todos os indígenas e não indígenas a doar sangue para todos os seres humanos que necessitam dessa ação de amor e carinho ao próximo.

O Movimento Indígena da Bahia de sangue renovado, pronto para enfrentar outros desafios.

O Movimento Indígena da Bahia em sua mais nova fase está procurando sanar todas as mazelas que paralisam as políticas pensadas e formalizadas em lei para os povos indígenas. A luta em defesa do desenvolvimento e da sustentabilidade das comunidades indígenas é hoje um dos principais objetivos do movimento, contudo a atuação do movimento vai mais longe ao se envolver com questões como a “doação de sangue” uma prática que deve ser seguida por todos aqueles que acreditam em um mundo melhor para todos e para a nossa mãe terra.

Doar sangue é um ato de amor, os indígenas do Brasil devem fortaleçer essa corrente, contamos com você.

A parente Tuxá de nome Euânia já fez a operação e está passando bem, graças a Tupã nossa guerreira Tuxá continuará sua missão junto da sua comunidade.

Jandair-Tuxá.

(75) 8807-6332.

(75) 9198-8479.

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Morreu Neste dia 13/01 o Presidente do Conselho Local de Saúde Indigena do Polo de Base de Paulo Afonso,as 10:00 Horas em Salvador Bahia. Avancleito Araujo Indio da Tribo Tuxá Rodelas, foi eleito para esse mandato. o mesmo era Secretario do CONDISI- BAHIA. Iformes a todos amigos do mesmo..Deus o Tenha em Paz…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here