A liderança tradicional Pankararu, o índio Gustavo Barbosa, residente na aldeia Caxiado, no meio das discussões, de uma oficina realizada pela FUNAI – Fundação Nacional do Índio, no dia 12/09/2006 na aldeia Brejo dos Padres Pankararu, para ouvir as necessidades e avanços do povo Pankararu. O índio Gustavo queima sua camisa distribuída pela oficina em execução, como forma de protesto, com o argumento que o mapa estampado no verso da camisa, era ofensivo para seu povo.
A liderança diz “não visto essa camisa, porque esse mapa, mostra uma divisão inexistente em meu povo, e essa divisão das terras Pankararu que tem no mapa, não é de meu conhecimento, pois no meu entender, não existe Entre Serras e Pankararu, e sim somos todos um povo só, e essa invenção é coisa da FUNAI, que desde 1940 tenta decepar o nosso povo”.
E depois dessa fala, a liderança Pankararu ateou fogo em sua camisa, exatamente no mapa estampado nela, causando assim orgulho em alguns dos mas de 80 Pankararu, presentes na oficina, que mostraram solidariedade ao gesto, da liderança Gustavo. Que com isso mostrou, que o povo Pankararu, é autônomo, e não aceita imposição de ninguém, principalmente da FUNAI.

Alexandre Pankararu
e-mail: alex@indiosonline.org.br

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Parabens Pankararu!
    Parabens Gustavo e parabens Alexandre!

    Muitos funciojaios da FUNAI parece ter intensoes que as vezes na respeitam nem condicem com a realidade dos povos.

    O ATO simbolico fi muit forte e claro.
    Sugiro que a esta materia lhe for anexada uma explicacao mais detalhada sobre o caso.
    Tamanho e situacao da area Panakararu, portarias… reivindicações… Sugirro realizar um dossier sobre o HISTORICO da LUTA da TERRA PANKARARU, um documento formal que agente possa começar uma campnha de mobilizacao e pressão para regularizar as coisas.
    parabens…Vamos mais enfrenete ainda!
    Sebas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here