Desenvolvido pela ONG Thydêwa, este projeto nasceu de uma aliança entre as nações Kiriri, Tupinambá, Pataxó-Hãhãhãe e Tumbalalá (Bahia), Xucuru-Kariri e Kariri-Xocó (Alagoas) e Pankararu (Pernambuco) e utiliza as tecnologias de informação e comunicação para promover o desenvolvimento humano, social, econômico e cultural das comunidades participantes. Trata-se de um portal produzido e atualizado pelos próprios índios, com fotografias, textos e um chat, que permitem o diálogo intercultural, valorizando a diversidade, promovendo o respeito à cultura indígena e contribuindo para a construção da paz entre os índios e entre este e os não-índios. É, pois, um espaço democrático para encontros e trocas, onde diferentes pessoas podem interagir, somando suas habilidades, experiências e conhecimentos. O projeto propicia aos índios um canal de expressão, buscando resgatar direitos. A existência da Internet de alta velocidade via satélite nestas comunidades favorece ações relacionadas ao estudo e trabalho, abrindo a possibilidade da construção de um futuro melhor para estes cidadãos e seus descendentes, ao propiciar o acesso à informação e à comunicação, ferramentas cada vez mais indispensáveis ao desenvolvimento da humanidade. Os temas básicos das atividades relacionam-se à cultura, direitos humanos, não-descriminação e qualificação de índios como agentes de diálogo intercultural. Este projeto beneficia, diretamente, sete comunidades indigenas.

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here