É muito comum, encontrar potes de barro, nas casas da comunidade Pankararu, pois alem de eliminar, algumas impurezas da água, e conservar a sempre fria, é também uma cultura do povo Pankararu.
Não se tem relatos, desde de quando, o pote de barro está presente, no dia-a-dia do povo Pankararu, só sabemos que antigamente, os potes de barro, tinha mais serventia, do que hoje, pois não existiam jarros e nem garrafas plásticas, para armazenar água.
E por isso o pote, era a única forma, de armazenar água para o consumo humano, mas o pote de barro, servia também como forma de sustentábilidade, por algumas louceiras, assim são chamadas, as mulheres que fazem os potes, pelos Pankararu.
Mas mesmo assim, as louceiras são muito procuradas, pelos Pankararu, pois alem de fazerem, potes também fazem pratos, jarros e outros artesanatos de barro, e alem disso eles tem a função, de dar seqüência, a uma cultura que achamos ser milenar, e por isso elas, têm o compromisso de passar essa função, de louceira para futuras gerações.
Pois só assim, a cultura de armazenar água, em potes de barro seguira por varias gerações, e sabemos que um povo com sua cultura preservada, valorizam o seu jeito de ser.

João Paulo.

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here