O indio Leonel doente precisando de assistencia urgente!

LEONEL PATAXÓ HÃHÃHÃE
LEONEL PATAXÓ HÃHÃHÃE

Na sexta feira passada, estive na Referencia de saúde FUNASA, em Pau Brasil- Ba, responsável pelo os procedimentos de agendamento e encaminhamento dos índios para exames, ou até mesmo em casos de
emergência. Presenciei um sena que mim deixou bastante emocional. Quando vir um índio idoso se humilhar pedindo com urgência para fazer um exame.

A técnica de enfermagem, respondeu dizendo que o exame dele estaria agendado para o dia 24 de abril, do corrente ano. Ele o sr. Leonel respondeu dizendo, “Pelo amor de Deus, eu preciso fazer mais rápido possível esse exame”. Realmente a expressão de emergência está marcado em seu rosto, que se encontra com uma ferida enorme, que a cada dia vem aumentando de tamanho, a todo o momento ele enxugava a ferida com um lenço de pano. Do qual me fez mais triste ainda. Ele disse, “já estou a seis meses com esse problema, que a cada dia que passa se agrava, não sei que doença é, mais pode ser muito perigosa, tenho um exame de biopsia, para fazer e fica um jogo de empurra e ninguém me ajuda. Daqui para o dia 24 de abril vai demora muito, eu preciso que consiga uma carro para resolver a minha situação lá no polo de Ilhéus ou na FUNASA de Itabuna”. Percebi que há uma necessidade no sistema de saúde, porque esses casos considerado graves deveriam da prioridades, só assim poderiam evitar piores consequências.

Observando a funcionaria da saúde, trabalhando, vir ele mexendo em uma pastas a procura de exames de indígenas, e perguntei, que tanto de papeis eram aquele, nos 5 classificadores grandes. Ela me disse que é solicitação de exames arquivados, achei um absurdo, pois percebi que tem muitos índios em nossa comunidade aguarda dando o chamado para fazer exames, e os papeis ainda não foram encaminhado para agendar. O pior é que exigem do índio até copia da xerox do documento, para ficar em vão. Aqueles índios que cobram e reivindicam faz o exames, mas os pobre coitado que não sabem cobrar, e ficam calados a sua solicitação vai para no arquivados.

Fico muito triste com a situação dos descasos da saúde de nosso povo. Espero que possa melhora, as dificuldades são muitas, mais coisas absurdas acontece, e passam por despercebidos, saúde labuta é com vidas, e vidas merecem respeito.

Fábio Titiá

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR
A muito tempo lutando em prol do Povo indígena do qual faço parte, até ameaças de morte já recebi. Mas não me calo! pois os espíritos de meus antepassados está comigo. E a proteção de Tupã.

7 COMENTÁRIOS

  1. Realmente o nosso “sistema de saúde” (FUNASA) estar cada vez pior. Deixa a nos ,dar uma visão de desleixo para os índios, como se não fóssemos gente ou humanos, não merecemos isso, se temos lugar nesse mundo, esse lugar como qualquer outro lugar tem que ser respeitado em todos os sentidos, isso é triste, cadê as autoridades que nos dá assistência?
    Isso é mais um caso que não começa de gora, e pelo visto esse não será o ultimo, para o aumento de nossas tristeza.

    “SOMOS ÍNDIOS, SOMOS GENTE, NECESSITAMOS RESPEITO”

    Hemerson Pataxó Hãhãhãe

  2. VI O Seu LEONEL 1 mes atras e fiz uma filmagem com o ROSTRO DELE!!!!

    Ainda nada melhorou?????

    Vou tentar digitalizar a foto dele!!!! Temos que pensar em mandar uns emails para funasa BA- e FEDERAL e outros lugares mais como os JORNALISTAS!!!

    Espero que LEONEL se melhore e que o serviço da FUNASA melhore logo tb!!!

  3. sim é muito triste vc ver um parente li pede soucorro e não poder ajudar, esto com receita que ja tenho muito tempo para ver o meu probrema de saude que esta na mão deles que é a funasa e a te amanha nõa resoveu nada não tenho nei uma esperansa sera que o governo deste pais sabem do que acontece no fundo da aldeias deste pais, eu não tenho recusso para poder fazer o meu tratamento que a funasa que que todos morre

  4. Isso é uma pouca vergonha para o nosso País, enquanto muitos morrem por conseguencias desses maus tratos, poucos tem acesso ao tratamento decente.
    é triste ver situações iguais a essa acontecendo e quem pode fazer um pouco mais não faz, claro para eles tem tudo quando que. E quem realmente precisa fica a mecer de migalhas… isso dá indignação.
    temos mesmo é que lutar para que o indio tenha seus direitos garantidos, especialmento o direito à saúde.

  5. Sabemos que assistência da FUNASA não esta tão boa, mais ao meu haver existe pequenos caso que pode ser resolvido, o profissional que esta atuando precisa falar um pouco mais alto, porque caso de emergência como este não pode esperar por meses ou tempo; quando um profissional reivindica pela saúde de uma pessoa não corre risco de perder seu emprego ou corem; o que fica ruim para um profissional é a perda de uma pessoa, nós sabemos que a FUNASA não esta ligando para dá uma assistência de saúde de qualidade para todos e o que esta acontecendo com o índio é caso de injusta e quando o órgão tem a sua falha quem paga as vezes são o profissional que esta atuando …porque se nós continuar calados a situação dele pode piorar é preciso que todos começa agir o mais rápido possível, ou começa entrar em dialogo com FUNASA para MARCAR o exame dele a fazer o diagnóstico da doença e ser encaminhado ao medico especializado com a causa da doença.Quero salientar que o profissional não e culpado com esta situação mais pode ajudar com toda comunidade a resolver esta situação

    YONANA

  6. Realmente a coisa está feia, o problemma todo é que o dinheiro que vem para assistir a nossa saúde esta sendo mal administrado, desvio de dinheiro público, vamos denunciar essa corrupção ao Ministerio Publico Federal.
    Chega de tanto roubo com o dinheiro da saúde pública indigena.

  7. É muito triste isso… eu fico até sem jeito de optar, com uma história dessa, é aquele negocio quem tem a dor é quem geme. No caso do seu Leonel, a uns 05 meses atrás ei havi aqui na Funai de Ilhéus e cheguei a comentar Sr, leonel o senhor está cuidando desse ferimento? ele mim respondeu que tinha ido no médico que o povo da FUNASA estava ajeitando pra ele, ai fiquei mais tranquilo, famoas tratar de outros assuntos, ai fico surpreendindo com essa noticia…Olha eu sou logo direto ñ tenho que botar pano frio numa situação dessa, a culpa é de quem??? cadê as autoridades da aldeia, e sempre venho batendo na mesma tecla, em quanto a FUNASA estiver no comando de Sr. JORGE ARAUJO e Sr. FIRMO, ñ vai ter melhoras nunca, foram pessoas preparados para exterminar com os indios, são proficionais que não foram qualificados para trabalhar com indios pricimalmente na aréa da saúde, esse povo tinha que ter um treinamento pscólogico e indigenismo.
    Cabe nós indios pegar todos os fatos que já acotenceu e partir para o ataque, ainda temos nossos aliados que podem nos ajudar, não podemos ficar de braços cruzados, juntos vamos pedir a substituiçao dessa corja do Sr. JORGE ARAUJO, lembramos que temos a CNPI, comissão nacional de politicas indigenas, eles tem por obrigação de levar estes assuntos para serem dicutido na plenaria em Brasilia, lá está os representantes do governo LULA.
    A cacique ILZA está ai passando por varias humilhações, para cuidar de um suposto CANCER,encotrei com ela quando mim contou do assunto dela e a sacanagem dos servidores da FUNASA, isso fiquei mais indgnado com a situação, saúde é prioridade, nós estamos perdendo o nosso povo aos poucos e as autoridades estão fazendo vista grossa nas reividicações dos indios…Eu fico por aqui com o meu relato,triste, humilhado, indgnado e revoltado, é meu povo é meu sangue que está sendo exterminados…Um abraço a todos…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here