Domingo pela amanhã o povo Pataxó Hãhãhãe que ocupava 5 fazendas foram surpreendido por pistoleiros, aonde chegou a desocupara duas fazendas por ataques de pistoleiros contratados por fazendeiros donos da fazendas.  ontem atarde os índios retornam a fazenda  e hoje os índios estão ocupando a 5 fazenda novamente. Isso significa vitória para a nação indígenas e para todos que defende essa causa.

Esperamos que de hoje em diante as coisas continuem em paz. Na segunda a tarde um carro da FUNASA que iria dá socorro a um paciente na aldeia Caramuru, foi surpreendido no meio do caminho  por dois homens de moto, que deu um disparo contra o carro atingindo o pneu traseiro do lado do motorista, desesperado o motorista saiu as pressa para o município de Pau Brasil-Ba, chegando lá com o pneu só na jante. A região está tensa, mas a comunidade indígena prometem não abrir mão da terra. E pede que a justiça agora faça o seu papel.

A comunidade acredita que tudo dará certo, porque hoje nós indigenas estamos mais organizado  e com parceiros que ajuda-nos a defender a nossa causa. A nossa terra é 54 mil hectare, sendo que mais de 60% ainda se encontra nas mão dos fazendeiros. E nos indígenas temos essa terra como a nossa vida, ela pertence aos nossos ancestrais e é questão de honra te-la de volta, mesmo que a luta seja contra os poderosos.

Comunidade Pataxó Hãhãhãe

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR
A muito tempo lutando em prol do Povo indígena do qual faço parte, até ameaças de morte já recebi. Mas não me calo! pois os espíritos de meus antepassados está comigo. E a proteção de Tupã.

1 COMENTÁRIO

  1. Amigos ,estamos com vocês para vossa luta, aí está uma chamada que transmitirá se quer às autoridades. Coragem muito com a vossa sempre magnífica energia! Os meus pensamentos para Maya, Yranawy ,Yonana, Maura Titia, Nailton, Fabio, Luis, Thyrry,Itoha e todos os irmãos e irmãs Pataxo HHHae .Abraços

    Sr. governador do Estado de Bahia, Senhoras e Senhores responsáveis do FUNAI, juizes do Tribunal, dar uma solução política e jurídica à luta legítima de recuperação do seu território de 54 mil hectares do Povo Pataxo Ha- Ha- Hae, ainda 60% se encontra nas maos dos fazendeiros.
    Aquilo é um escândalo e uma violação dos direitos! Somos,nos e vocês, brancos, europeus, não culpados da colonização cume pelos nossos antepassados mas somos responsáveis que fazemos actualmente para com estes Povos indigenos sobreviventes de 500 anos de genocídio.
    Neste período de eleições brasileiras, de discussões para uma vida melhor para todos os brasileiros, não: não repressão dos fazendeiros e dos pistoleiros, mas do Respeito, a Fraternidade para os primeiros habitantes deste país.
    Parem as armas, constroem uma Paz justa, duradoura e fraternal. Se vocês os cumes não para os indios, cumes para vocês, as vossas crianças, os vossos amigos. Os povos indigenos são os protectores da floresta, os vigias da sabedoria da Natureza e a Terra perdidas pela avidez e as finanças. Ouçam Eles, batem-se para nós e o planeta! Que vivo a Paz com os nossos irmãos e irmãs indios!
    São solidários e esperamos as vossas acções para uma verdadeira justiça.
    Chantal Grimal
    Casa dos direitos dos Humanos do Limousin na França, parceiro da Thydéwas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here