FOTO MAGNO

Chegou na Aldeia Caramuru, um grupo de artista de teatro de bonecos, para apresentar um espetáculo “O Pé de Jatobá” e oferecer 5 dias de oficina para que alunos e professores aprendesse as técnicas de elaborar teatros e confeccionar o bonecos para apresentar em publico. utilizando da história e dos contos antigos para expressar através da arte de interpretação com os bonecos. Esse projeto foi realizado, graças a ATEBEMG e o site INDIOSONLINE, o objetivo do projeto ficou claro que essa é uma ferramenta importante e que a nossa comunidade podem está utilizando e melhorando assim o desempenho da educação de nossos alunos.

 

Esse trabalho de conexão só foi possível graças à parceria entre o site www.indiosonline.net, o Clube Índios Online Pataxó Hãhãhãe e o Colégio da Aldeia Caramuru. O grupo composto de 6 artista apresentaram no dia 23 do mês de Abril um espetáculo, aonde as crianças e os próprio índios adultos se divertiram bastante com a História narrada, na apresentação. Isso foi fabuloso, essa forma lúdica e artística de apresentar em teatro. Uma parte do grupo tiveram de retornar a MG, ficando em nossa aldeia Andeson, Tiago e Magnor. Além das oficinas teve também a presença de Palhaço que contagiou de alegria as nossas crianças Pataxó Hãhãhãe, que fizeram a festa com esse artista espetacular que é o Anderson.

 

O trabalho de um índios online é usa a internet como uma ferramenta para ajudar o seu povo, no mundo já existe as pessoas que querem ajudar, o que precisa é o membro da rede fazer o elo, ou seja, ser um instrumento de conexão para que chegue em nossa aldeia, novidades boas como a que vimos nesse projetos. E com isso melhorar e contribuir na organização social de sua comunidade. A apresentação de teatro de bonecos que assistimos, fala da importância de preservar da natureza e seus segredos. E a nossa sociedade precisa ter conhecimento no sentido de valorizar e preservar o meio ambiente.

 

Tem um proverbio que diz “a Luz é para ser mostrada para todos, e não para ser escondidas debaixo da cama, aonde ninguém possa ver…” Assim é o talento do artista, ele precisa mostrar a sua arte sem ter medo de perdê-la, a afinal assim agem os egoísta, que tem medo de amar. Agradecemos a todos participantes e vamos sim fazer vários espetáculos em nossa aldeia de hoje em diante, principalmente agora que recebemos dos nossos novos amigos um Palco para apresentar os espetáculos de teatros de bonecos em nossa aldeia. È inédito no País, o primeiro grupo de teatro de bonecos formados por indígenas. Agrademos também a Conceição Rosiere, a pessoas que fez esse projeto acontecer, o nosso eterna gratidão.

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR
A muito tempo lutando em prol do Povo indígena do qual faço parte, até ameaças de morte já recebi. Mas não me calo! pois os espíritos de meus antepassados está comigo. E a proteção de Tupã.

4 COMENTÁRIOS

  1. Nossa eu e as crianças e os anciões da minha aldeia todos que participará foi muito legal mesmo, foi uma grande respiração junto com a criatividade das lindas historia e recorte do papel para transformarem em desenhos das lindas historias para representa na noite cultural deste povo, a gente espera que a humanidade que temos para mostra o que a o meu povo passou durante todo o massacre da nossa conquista da terra que estava a 60 anos com os fazendeiros, hoje só a paz com o meu povo, que a inda chora para refloresta a avó terra que a mãe natureza nos pedimos a humanidades que planta uma semente para que os filhos nos ver o crescimentos das semente que vocês nos vamos adorar e plantar para este povo, Email alapity@gmail.com 073 81775625 fala com o Paulo Titiáh,

  2. Muito obrigada a todos que participaram. Só gostaríamos de enfatizar que a realização desse projeto só foi possível graças ao Prêmio Funarte Funarte de Teatro Myriam Muniz – Ministério da Cultura, recebido pela Associação de Teatro de Bonecos do Estado de Minas Gerais!

  3. Saudades de todos foi um grande aprendizado para mim adorei fazer este trabalho espero encontralos em breve quem sabe na festa de voçês em Janeiro.
    Abç
    Anderson Dias

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here