Pataxó Hãhãhãe na luta pela terra
Não é de agora que nós índios e grileiros se encontram neste campo de batalha, desde a chegada dos portugueses em que invadiram as nossas terras, daí em diante iniciou-se uma grande luta em busca da mesma de volta, pois elas nos pertence e necessitamos à para a nossa sobrevivência, por motivo dessas reinvindicações sofremos ameaças, violências e perdas de parentes protagonista desta história.
Agora estamos mais uma vez em busca da posse de nossas terras das quais fomo expulsos por grileiros, e nunca vamos desistir pois tais bens nos pertence e, necessitamos pois é de nossa sobravivência.

Neste vídeo está um breve relato em relação a nossa resistência.

Imagem de Amostra do You Tube
Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. parabéns hererson pelo videos pela publicação esta manteria, vai ajuda muito nossa luta pataxó hã hã hãe …

  2. Amigo Hemerson, você como um jovem que conheço, é forte o suficiente para permanecer nessa luta. Amigo, com meu povo não foi diferente, sofremos ameaças, mortes de parentes, queimaram nossas casas, nossas escolas foram destruidas, enfim uma porção de desgraça o grileiro fez com nosso povo, mais , mesmo assim hoje estamos em pé e firma na luta. Por que eles podem matar 1 ou 2 ,ou 3 mais nunca vencerá o povo indígena !!! O que queremos é o que nosso por direito, garantido na Maior Lei desse País.

    Alex Makuxi

  3. Hemerson prabéns pela materia, e ao mesmo tempo quero agradecer o nosso parante pela oportunidade de esta mostando a sua força a contar a nossa historia para que as pessoa tenha mais conhecimento sobre a luta da nossa terra,e mostrar tambem que o indios ha muitos anos atraz sofreu bastante, mais que este pesadelo ainda continua atromentado todos os povos indigenas por que a cada dia o sofrimeto aumenta mais.

    YONANA

  4. É isso ai meus parentes, temos que conquistar o nosso território, a nossa terra já é demarcada e homologada.
    Cabe às autoridades que se dizem “competentes” solucionar imediatamente o nosso problema que tramita no STJ há quase 30 anos.

  5. Mesmo que eu não more ai na região eu sempre penso nas questões indigenas de uma forma geral pois eu tbm sou um pataxó, o sangue é um mesmo ou seja sangue indigena e isso é um grande orgulho pra mim. parentes eu te dou todo meu apoio em pensamentos em orações e em apresentar pra outras pessoas , porque só assim eles ficaram sabendo o poder do indio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here