1. Galdino Pataxó Hã Hã Hãe estava em Brasília (DF) em luta pelas terras originárias de seu povo quando foi queimado e morto, na madrugada de 20 de abril de 1997, por cinco garotos de classe média alta – um deles filho de juiz Federal. O assassinato chocou a opinião pública e mostrou ao mundo a situação social a que estavam expostos os índios brasileiros.

      Na ocasião, o indígena travava intenso diálogo com o Judiciário por conta de ação envolvendo a retirada dos latifundiários invasores do território originário e que desde 1982 estava parada, sem decisão.Quase 15 anos depois, parentes de Galdino ainda brigam pela finalização da mesma ação cuja autoria é da Fundação Nacional do Índio (Funai) e trata da nulidade de títulos imobiliários dos invasores da Terra Indígena (TI) Caramuru – Catarina Paraguassu, nos municípios de Camacã, Pau-Brasil e Itajú do Colônia, sul da Bahia.

      Incluída na pauta de reivindicações do acampamento da Jornada Nacional de Lutas da Via Campesina e da Assembléia Popular, instalado desde segunda-feira (23) ao lado do Ginásio Nilson Nelson (DF), a causa do povo Pataxó Hã hã hãe é para que os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) votem pela anulação dos títulos e que os invasores sejam retirados do território.

      “Quem doou esses títulos tinha muito poder político”, conta o cacique Nailton Pataxó Hã hã hãe. Durante todo o século XX e início do XXI os interesses políticos fatiaram a área, então Reserva Caramuru, em latifúndios e pequenas propriedades – através de arrendamentos e títulos.

      Por: Haroldo Heleno

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Eu vi esta reportagem na TV fiquei triste e chocada com tamanha covardia e insensatez.
    Acho que vcs deveriam estudar direito e prestar concurso para area judiciaria, policia, trabalhar junto com a Lei.
    Vcs tem foto do indio que foi morto?

    Que haja Justiça!

    Parabens pela materia e boa sorte

  2. ola , pessoal da para nota, como e tao dificio a nossa luta, para comseguir o nosso objetivo, que para nois pataxó hahahae e a terra, pois sem ela, nois nao somos que somos, povos tradicionnais, culturrado……agradecemos pelo apoio e o carinho que as pessoas nois, muito obrigado, e que eessa luta, nao vai acabar , enquanto tivermo força para luta, vamos lutar…….

  3. e isso ai devemos lutar mesmo , pois a luta e muita grande e precisamos, esta ocupando o nosso espaço, que e por direito, que e a nossa terra…..hoje a nossa mae terra esta chorando, e pedindo socorro, nois indio, precisamos ter ela de volta para nois cuida bem dela.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here