Essas parteiras dedicam parte de suas vidas acompanhado e cuidando das gestantes durante a gravidez, o parto e o pós- parto.

Trabalham principalmente com os conhecimentos tradicionais indígenas que incluem o uso de ervas e o parto em domicílio, preferido por muitas indígenas, podem contar com o apoio, carinho e paciência das parteiras.Esse parto foi realizado pela parteira Maria das Dores, dia 07/10/07,na aldeia de Brejo dos Padres, ela já vem trabalhando na aldeia a mais de 20 anos e tem centenas de partos realizados na aldeia e nas cidades visinhas. Essas parteiras há um ano estam realizando encontros mensais para troca de conhecimentos, além de capacitação para o reconhecimento das gestantes de risco e das possíveis complicações no parto. Muitas parteiras e a prendizes são também técnicas e agentes de saúde.

E esta acontecendo um fato muito bonito que é a participação de novas parteiras, que por admirarem o trabalho das veteranas, se interessaram pelo oficio, que na verdade é o mais bonito que existe, pois não é todo mundo que tem a honra de participar e de ajudar uma mulher da à luz.
Bom estes são links de matérias relacionadas com o assunto seria muito interessantes que vocês dessem uma olhada

CANTAR E DANÇAR O TORÉ

A GRANDEZA DO RIO

seu comentario é de extrema importancia

Lucianopank
luciano.indiosonline@gmail.com

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Nossa Senhora do Bom Parto!!!Que emoção,meu irmãozinho Luciano,não tenho muitas palavras bonitas,no momento para expressar as minhas emoções,mais é como o nosso patrão disse,coloque o nome de sua querida mãe:MARIA DAS DORES PANKARARU, eu fico emocionado com esse tipo de trabalho, principalmente quando envolve vidas humanas,apesar de que faço esse trabalho em animais… Peço ao nosso arquiteto do universo que abençõe as mãos de quem trabalha e todos que vive com a intenção de fazer o bem sem olhar a quem…
    Aceite um abraço fraterno do seu irmão indígena Miguel Pankararu Fui!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!.

  2. Essa mulheres guerreira estão de parabens ,e precisam de apoio para a realização dos seus trabalhos. Concerteza Nosso pai TUPÂ estar sempre presentes neste grandes momentos, que Deus abencoe todas. Parabens!!!

  3. Graças a Deus que a nossa aldeia tem uma parteira excelente, pois não sei o que seria sem ela.
    Essa matéria é nota 10.

  4. Achei linda a sua meteria
    Acradessar muito a tupã por ter essas guerreira ai na sua aldeia
    abraços laly karirixoco

  5. Eu como filho da parteira Maria das Dores, pra mim foi uma honra publicar uma matéria onde falo um pouco da luta de minha mãe, foi uma emoção muito grande e agradeço a todos que participaram dos comentários.
    Meu muito obrigado a todos
    Luciano Henrique (INDIO PANHARARU)

  6. PARABÉNS PELA MATÉRIA, É MULHERES COMO ESSAS QUE TEMOS QUE VALORIZAR! DANDO AJUDA PARA QUE O TRABALHO DELAS SEJAM VALORIZADO PERANE AS AUTORIDADES DE SÚDE, E QUE PROPORCIONE UMA AJUDA DE CUSTO, E NÃO COLOCAR PESSOAS BRANCAS PARA FAZER ESSE E OUTROS TRABALHOS.
    TEMOS QUE VALORIZAR CADA VEZ MAIS NOSSOS PROPRIOS PARENTES INDIGENAS, DANDO OPORTUNIDADES PARA DESENVOLVER SEUA TRABALHOS.
    CORDIALMENTE DESDE JÁ
    EDCARLOS (CARLINHOS)

  7. Sem dúvidas Parabéns à essas mulheres, parteiras e aprendizes, que têm se empenhado em ajudar tantas buchudas a parir, fortalecendo uma tradição Pankararu tão bonita. É importante valorizar todas elas, que participam ou não dos encontros, ajudando a levantar a auto-estima de todas, para que passem pra frente estes conhecimentos. No momento as aldeias que têm parteiras ou aprendizes participando dos encontros são Agreste, Brejo dos Padres, Carrapateira, Caxiado, Espinheiro, Jitó, Logradouro, Saco dos Barros, e Tapera. Mais alguma parteira ou aprendiz pra participar do grupo? É só aparecer!

  8. Esta de Parabéns estas parteiras que deixam sua vida particular para ajudar a trazer a este mundo outras pessoas que não sabem onde estão chegando, mas que bom esta iniciativas dessas mulheres em ajudar a quem precisa, mas com certeza elas faziam isto por amor a VIDA. que otimo que tem outras com a mesma intençao de ajudar e por isso estam apredendo a fazer parto para que esta tradição nunca seja quebrada.
    ESTÃO TODAS VOCÊS DE PARABENS PELA CORAGEM DE FAZER ESTE TRABALHO, QUE REALMENTE É MUITO DIFICÍL E COMPLICADO.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here