Pra ser índio tem que valorizar sua cultura

Meus filhos são uns brancos e outros mais morenos porque eu sou descendente de dois povos indígenas: Atikun e Truká e a família da minha mulher que é do Estado do Pará junto com Rio Grande do Sul.

Ser índio é a gente nascer descendente indígena, valorizar a nossa cultura, que os mais velhos passem pra agente.

Meu costume é dançar Toré, sempre ir às mesas, dos trabalhos de ciência, defender a questão indígena, educar sempre a família da importância de ser índio e dar valor a nosso sangue…

Ser índio é ser unido com a comunidade dos povos indígenas; temos que ser irmãos de um ao outro, resolver as questões junto com os outros. O que vale é valorizar nossa cultura, plantando.

Ser índio é ser uma comunidade bem unida.

Se um sente uma dor de cabeça o outro já leva uma casca de pau de remédio.

Pra ser índio tem que valorizar sua cultura.

JACARÉ

O couro do jacaré serve pra remédio.

Primeiro começa logo pela arcada dentária dele. A gente tira os dentes do jacaré pra botar nos braços das crianças pra mal olhado! Furamos e fazemos as pulseirinhas

O casco serve pra fazer defumador: Queima o casco dentro de uma latinha e espalha o cheiro pela casa.

A banha do jacaré é boa para reumatismo e dor no joelho.

E a carne é bem parecida com peixe!

MÃE ROSA – PAULO CIRIACO

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Conversamdo com O meu amigo Wilson, raizeiro de mais de 50 anos na lida, disse que para espinhas nada melhor que o couro duro de jacaré. Seca, torra, e mistura o pó com vinho e bebe . limpa o organismo e acaba com a acne.Nada encontrei a respeito no Google.

  2. O povo indigena, cada povo tem seu cosntume, conhecimentos diferentes. Digo que valorizar não é só preservar, mas ter em nosso sangue a defesa da vida de outros povos.

    O vale do javari é exemplo que dou aos outros parentes. Lutei pela demarcação de 8.544,442 hectares de terra, para proteger vida de 12 povos indigenas diferentes, sendo 06 tem contato com a sociedade, os 06 não querem contato.

    Essa defesa partiu de um grupo jovens marubo, que tiveram na frente dos masssacres dos parentes isolados e que fizeram movimento e fez que as autoridades ouvissem suas vozes. Hoje meu orgulho de ser guerreiro lutador, porque fiz de mim um herói. Faço guerra contra discriminação de unhas e dentes em defesa do meu povo do vale do javari e não medir os esforços para lutar.

    Isso é ser indio!

  3. O MEU COMENTÁRIO É, QUE EU QUERIA SABER SE O COURO DO JACARE,É BOM PARA ESPINHAS E CRAVOS,POR QUE O MEU TIO É DE MINAS,E ELE SEMPRE FALA ISTO,ELE FALA QUE O COURO DO JACARE É EXCELENTE PARA ESSES TIPO DE PROBLEMA AÍ O MODO DE PREPARO É, SECAR O COURO TORAR E DEPOIS MOER ATÉ FICAR EM PÓ E DEPOIS COLOCAR UMA PITADINHA NA COMIDA,ELE FALA QUE LIMPA O ORGANISMO MAS SÓ QUE EU QUERIA COMFIRMAR,EU QUERIA SABER SE CORRO ALGUM RISCO DE TER ALGUM EFEITO COLATERAL QUE POSSA PREJUDICAR A MINHA SAUDE,O MEU ORGANISMO,AGUARDO RESPOSTA.

  4. eu queria saber como faço para legalizar como índio,porque eu tenho traços de índio,mas pardi minha verdadeira cultura.As pessoas perguntar se eu sou índio,eu digo que sim,mas a verdade é que eu não sou legalizado.Eu não sei o que dizer.o que eu faço?

  5. Olá, gostaria de saber como faço pra me legalizar indio, tenho traços indiginas na minha familia,e mesmo que não tivesse traços poderia ser india? Como faço para viver em uma aldeia indigena?
    Abraços,
    Narci

  6. Olá pessoal, espero que possam me ajudar.
    Tenho 17 anos e desde pequeno ouço do meu pai que temos sangue indigena correndo por nós pela parte de minha avó. Mas eu não tenho muitos traços indigenas acho que só os labios, talvez queixo, cor e nariz… por ter por parte da mãe do meu avô materno que é descendente de africano. Mas quero saber se sou mesmo descedente de indios e de qual tribou sou e como faço para participar de uma “comunidade” indigena ou não sei, informações sobre a tribo, se ainda existe, de como era os costumes e etc, quero me informar…
    Alguém sabe como posso descobrir? Obrigado pela atenção.
    Moro em Vitoria – Espirito Santo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here