Localizado no Nordeste do Brasil, no Estado de Pernambuco, o povo Pankararu, caracterizando-se pela forte preservação da sua Cultura Nativa, embora que tenha hoje que lutar e precise de ajuda para que eles possam voltar a produzir alguns dos seus artesanatos de grande importância, para que essa cultura Pankararu manter-se cada vez mais viva.

Historicamente, por volta do século de 1830, os Pankararu, já faziam os seus artesanatos, os seus Aiós, os seus lenções, as suas tangas e as suas redes, todos produzidos a partir da Imbira (croá), como é conhecido pelos Pankararu, que é uma mata nativa.
Eles saiam cedinho, não tão longe, à procura da Imbira, quando retornavam com as Imbiras, iniciavam o processo de produção, que era, bater, lavar e deixar secar ao sol por uma semana, até está no ponto para darem inicio a produção de muitos dos artesanatos, dentre eles estão as redes.
Mas hoje, os Pankararu só encontram essas Imbiras, em lugares muito distantes, e muitas vezes tendo de sair fora da Tribo, para busca-las. E para não acabar com suas Imbiras, por que elas estão em extinção, os Pankararu pensam mesmo é, em fazer o reflorestamento dessas e de outras vegetações existente e outras que deixaram de existir em Pankararu.
Por essa razão os Pankararu e demais povo indígena do Brasil, tem que se submeter a comprar o lion, que é um produto industrializado, mas que os Pankararu querem trabalhar com ele, mesmo não tendo condições de comprar-lo, eles fazem o impossível.
Alem disso, os Pankararu, também trabalham com a argila, as sementes e mais, para fazerem os potes, as penelas, os nossos colares, e muitos outros artesanatos.
Os Pankararu são muito trabalhadores e esforçados, principalmente na parte da agricultura e artesanato.

Jailton Pankararu

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Olá,

    Sou estudante de História e trabalho na equipe executiva do Prêmio Culturas Indígenas, inciativa do MinC e da Associaçao Guarani Tenode Porã. Gostaria de estabelecer contatos para que nós do Prêmio possamos nos informar sobre encontros indígenas onde possamos divulgar essa iniciativa.
    Aguardo uma resposta e agradeço desde já,

    Marília Ariza

  2. Olá,

    Sou estudante de História e trabalho na equipe executiva do Prêmio Culturas Indígenas, inciativa do MinC e da Associaçao Guarani Tenode Porã. Gostaria de estabelecer contatos para que nós do Prêmio possamos nos informar sobre encontros indígenas onde possamos divulgar essa iniciativa.
    Aguardo uma resposta e agradeço desde já,

    Marília Ariza

  3. olá sou estudante estou fazendo uma feira de cultura e queria que vocês podesem,manda comentarios sobre vocês,agradeço desde ja. obrigada estou esperando respostas de vocês.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here