Os Pankararu através de muitos esforços e sacrifícios para viverem mais dignamente sempre se utilizam da natureza em sua sobrevivência. Esse povo mantinha facilmente, seus costumes e tradições. Antigamente saiam, três vezes por semana, sempre de manhã cedinho, antes de clarear o dia, para pesca e caçar, e no fim da tarde voltavam para casa para dividir o apurado, e para agradecer, a boa caça e a boa pesca, dançavam o tóre tradicional Pankararu.
Hoje em dia, não pode ser mais assim, porque não temos mais tantas matas, como antigamente, e o rio já não nos pertence mais, e com isso o Pankararu, teve que adquirir outros costumes, para sobreviver. As terras Pankararu, estão cheias de posseiros, onde atrapalham a vida e os costumes Pankararu.
Os Pankararu foram, forçados a viver presos, não só pela carência de alimentos, mas também pela necessidade de desenvolvimento, por que não os ensinaram, a viver no mundo de fora das matas.
A pesar de todas essas mudanças, sempre souberam preservar, seus rituais tradicionais, onde reside a verdadeira riqueza cultural, e fonte de sabedoria, pois o povo Pankararu, forma um espírito único com a natureza.
Que ao longo do tempo, apesar de todas as dificuldades enfrentadas, o povo Pankararu, preservou o grande respeito, a Santsé e a Força Encantada, pois sem isso, Pankararu seria mais um povo extinto, nesse mundo de tantos ante índios.

Vagno Barros

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Muito bom! Sua reflexão é otima! Hoje em dia..do jeito que o Mundo anda preservar a indentidade indigena requer de muita consciencia… Fico muito feliz de que os Pankararu preservem esse amor pela nautreza e pelas suas tradições e lhe peço para voce tentar contagiar, passar, partilhar isso com outros indios de outras nações….Mande suas materias para seus amigos índios e não indios….Peça para eles comentar! Parabens!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here