As verdadeiras lagrimas de uma Índia de 19 anos, atriz para sustentar a luta do seu povo, emociona a platéia da amostra do cinema de Veneza que aplaudirão com o coração o filme “BirdWatchers”. A Linda interprete da película do Marco Bechis, Eliane Juca da Silva na conferência da imprensa declaro: Ser aqui é uma grande experiência pra todos nos. No nosso pais não existem mais florestas, não tem mais pescado, não tem mais amimais para caçar, não tem mais comida. Vocês nos ensinaram a ser que nem Vocês, a vestir a mesma roupa. Agora queremos a oportunidade de crescer, de sobreviver. Continua, que nem eco, o Ambrosio Vilhalva chefe da tribo: Podes crer que nos não somos invasores. Os fazendeiros têm as próprias leis, os próprios juristas, tem os políticos deles. Queremos-nos só um pedaço de Terra para cultivar e não deixar os nossos filhos morrer de fome ou suicidas. Rigoroso, Poético, Espetacular, a película está centralizada no problema atual dos povos nativo do Brasil e para o problema universal das identidades ameaçadas. O filme do Bechis tem muitas oportunidades de ganhar o Leão de ouro da amostra de Veneza.
Os protagonistas, um pequeno grupo de Índios Guaranì-Kaiowa, desembarcaram a Veneza com cara cor do sol, olhar de fogo e orgulho indomável, Eles interpretaram Eles mesmos com a intensidade de atores profissionais. A perspectiva do filme è contraposta a respeito de filmes como “Fitzcaraldo” ou “Mission” onde os Nativos ficam em segundo plano e onde predominam figuras como Kinski, Irons, DeNiro.
Na película “BirdWatchers” em primeiro plano tem a luta pela sobrevivência dos Índios.

Comentários via Facebook

2 COMENTÁRIOS

  1. Realmente , apesar de não ter assistido, tenho ouvido muitos elogios sobre o filme: ” BirdWatchers ” e sei que graças a sensibilidade de todos que participaram deste filme , em especial seus protagonistas , os índios Guaranís Kaiowá , que retratam com fidelidade sua luta , angustia e sofrimento , pela sobrevivência de seu povo , com certeza terão grandes chances de ganhar o ” Leão de Ouro ” do festival de Veneza , por sinal muito merecido, ainda mais qdo se começa a falar da demarcaçaõ das terras Kaiowá e Guaranís de Mato grosso do Sul , na sua real dimemnsão. Sei que este filme só fortificará a luta deles ainda mais , chega de suicídios de jovens , mortes de lideranças , fome e miséria das populações indígenas , vamos apoiar essa luta , e torcer pela vitória do filme , provando assim que nem todos os brasileiros , em especial em MS , pensam , que uma cabeça de gado , vale mais que a vida de uma criança india !!!! Parabéns a todos os atores indios , por mais esta prova de capacidade , força e competência , o reflexo deste trabalho , serve de orgulho e incentivo a todos os outros povos indígenas do Brasil , e felicidade e otimismo a todos que apoiam esta luta , como eu !!!! A vitória é de todos nós !!!!! Parabéns !!!!

  2. Quanto ao filme tenho certeza que vai ser um sucesso! parabéns a todos!
    hoje em dia o Guarani/Kaiowá vem enfrentando muitas dificuldades em relação a terra! mostrar nossa realidade e de fato, e o que realmente acontece, ta sendo um desafio para nós!
    conviver com pessoas que acham como o wagner disse: “pensam , que uma cabeça de gado , vale mais que a vida de uma criança india !” é dificil!!!!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here