Este ano nós índios kariri-xocó passamos muita dificuldade. O inverno chegou e nós não tinha nada para plantar por causa que o trator não ta funcionando e ficou mas difícil para gente plantar
e a FUNAI não deu condições da gente concerta, nesse dias era já era para gente esta recolhendo o que nós plantou os índios estão muito triste porque esse ano eles não plantou o seu feijão, milho,batata doce,macacheira,quiabo, tomate,pimentão,abroba etc.
Agora estamos na mão de deus sem fazer nada esperando a bença de nosso pai Tupã. Nós acredita que ele vai trazer a solução para todos nós,porque as coisa não ta fácil, Tem indio que olha por quatro canto da casa e não ver nada para da os seu filhos com o plantio já facilitava para nós
só temos que luta q o nosso pai Tupã ajude nó ajude

AYRA INDIO DA ALDEIA KARIRI-XOCÓ DIA 09/06/2007

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Ayra:
    A materia é muito triste!
    Eu acredito que melhor que esperar pelas SEMENTES da FUNAI… e a gente se movilizar para ter AUTONOMIA…. conseguir sementes BOAs e guardar eles de ano a ano para nuca faltar.
    SEMENTES que nao tenham VENENOS, TRANGENICOS…Sementes daquelas que teu povo tem consciencia que são as adequadas para voces e nao EXPERIMENTOS de “brancos manipuladores”…
    Em quanto, a gente busca essa alternativa, esse caminho… é bom conferir se a SECRETARIA DE AGRICULTURA nao enviou sementes atraves da FUNAI ou atraves de algum indigena.. que as vezes ate SEMENTES são liberadas..MAS NAO CHEGAM AO POVO COM FOME.

    Que foi que a FUNAI diz? e a Secretaria de Agricultura de Alagoas? Algum outro povo indigena do Estado recebeu? Que movilização esta havendo?

    é bom formaçlizar um documento com detalhes e uma solicitação formal, acredito que voces ja devem ter feito…entao re-encaminhar, anexar, divulga-a….

    A REDE esta aqui para se COOLABORAR e somar esforços para melhor a REALIDADE.

    abraço!

  2. Oi aira!

    Esses desafios de lidar com o governo faz crescer tb.
    Estou escrevendo pq estou na Amzonia, perto de muitas naçoes indigenas da floresta e claro que me lembrei muito de vcs. Espero que estejam todos muito bem. Eberu, Ananomi, vc e suas familias. Manda um super beijo pra Ananomi.

    Aqui quem fala é Maiana, daquele festival indiano que teve em Salvador e que vcs foram convidados a participar. grata sempre pela presança, pelo contato.

    Toda força de tupa pra vcs. e busquem autonomia. sempre.

    as etnias daqui tem problemas tb de terra invadida, mas tem outras que sao fortes e sempre se mostram inteiras em sua cultura, preservando-se e mantendo a vida autonoma. força!

    grande beijo
    Maiana

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here