O LIXO ESTÁ PREJUDICANDO Á SAUDE DE NOSSO POVO. QUANDO CHOVE O LIXO
SE ESPALHA PELAS PORTAS É AS CRIANÇAS SÃO AS QUE MAIS SOFREN COM ISSO.
MUITOS RATOS, BARATAS SE ESCONDEM NO MEIO DO LIXO, PROVAVELMENTE ESSES RATOS PROVOCAM VARIAS DOENÇAS COMO POR EXEMPLO: FEBRE,DOR DE CABEÇA, CANSANSO, ETC.

ALGUM TEMPO ATRAS, TODOS OS INDIOS DA NOSSA ALDEIA FEZERAM UM MULTIRÃO JUNTANDO O LIXO ESPALHADO DENTRO DA ALDEIA; NOS PEDIMOS A COLABORAÇAO DO PREFEITO DA NOSSA CIDADE, ELE CONCORDOU E OFERECEU O CAMINHAÕ QUE CARREGA O LIXO. DURANTE UM TEMPO O CAMINHÃO VEIO E ESTAVA TUDO BEM, DEPOIS O CAMINHAO NÃO VEIO MAIS. JA FAZEM DOIS ANOS QUE NÃO PASSA MAIS O CAMINHÃO. NOS PEDIMOS AO PREFEITO QUE CONTINUASE MANDANDO O CAMIHÃO DE LIXO DUAS VEZES NA SEMANA, MAS ELE VINHA SO UMA VEZ POR SEMANA,MAS PASSOU UM MES E NAÕ VEIO MAIS. POR CAUSA DISSO NOS ESTAMOS SOFRENDO E POR ISSO QUE ESTAR APARESENDO DOENÇAS GRAVES.

Deninsson kariri-xoco

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Acredito que voces debem levar esta “MATERIA”, esta reclamação pelo seu direito como cidadões para o proprio Prefeito e demais orgas competentes.
    Pesquisem o email do Prefeito, dos vereadores, dos deputados, das secretarias de saude, ação social…etc… peguem os emails dos jornais , radios, e televisoes que estam pela sua regiao… e copiem estas materias que voces estao fazendo…. E vamos lutar! Vamos tirar esse lixo fora da Aldeia!
    Abraços….Sebas

  2. Quero esclarecer algumas exigências ilusórias da sociedade brasileira em relação ao povo kariri .
    Nós temos 2005 anos de contato com a invasão européia e durante este tempo foram eliminadas muitas das condições de vivermos com autonomia. A natureza já não oferece as o necessário para um aborígene kariri conviver plenamente em seus costumes primordiais, mesmo que primemos pelos nossos hábitos.
    Moramos em casas de alvenaria na reserva, com água encanada e energia elétrica. Criamos e plantamos para consumo e venda entre os não índios. Absorvemos tudo o que facilita nossas vidas na proposta moderna.
    Para que cheguemos a 60% de uma vida nativa é preciso que a sociedade brasileira nos dê apoio no que é possível e no que é interessante resgatar e conservar. Sabemos da impossibilidade de chegar aos 100% da vida nativa, mas devemos ter estímulo da sociedade e reforço no que nossos códigos celulares exigem do que se trata em conviver com hábitos naturais essenciais.
    Se consumimos energia elétrica, pagamos com a escassez do nosso peixe para esse conforto?
    Se usamos sacolas plásticas, consumimos já os cipós e linhos fibrosos que substituem as sacolas.
    Não há espaço para cultivá-los.
    Por isso, exigimos , antes que a Mãe natureza se enfureça, que os responsáveis pensem numa solução.
    Não queremos colocar no “FOGO” algo que não seja transmutado por ele, pois honramos o sagrado que nele habita, não podemos nos responsabilizar por isso…
    Não estamos sendo arrogantes nem acomodados, apenas queremos contribuir com a Mãe Natureza e o Plano Divino.
    Por isso, em resumo: não nos critiquem por não vivermos em ocas ou não atravessarmos madeiras nas orelhas e nos lábios. Mas entendam que segundo a história viemos das cavernas e hoje habitamos em edifícios.
    Se soubermos nos adaptar a tudo, sem antes pensar em tirar vantagens, levaremos nossos gens muito além do que podemos imaginar, deixando fluir o movimento da engrenagem da Vida… mantendo nossos valores internos essênciais…

    Eterna luz a todos. Tkaynã.

  3. A vossa atitude é de lovar visto que o mundo esta sofrendo uma forte ameassa de instenção darei o meu contributo par proteger a camada de hozono, ainda digo que irei proteger por completo a natuneza. obrigado

  4. fas muito bem de faser isso eu vou faser asim na mia sidade mas sendo que meu prefeito nao ajuda eu sou eduarda milena tenho 10 anos de idade

  5. fas muito bem de faser isso eu vou faser asim na mia sidade mas sendo que meu prefeito nao ajuda eu sou eduarda milena tenho 10 anos de idade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here