Indígenas protestam contra normas do concurso público de Tenente Portela // //
CONCURSOS | 13/05/2010 | 22:57
Veja no site a notícia na íntegra: www.portelaonline.com.br
 
Essa noticia publicada num jornal local no município  localizado próximo a terra indigena Guarita, oque nos chama atenção não é a noticia em sí, mas os comentários postados por pessoas que se denominam “cidadãos” de bem da cidade. 
Emilio
em 15/05/10 às 10:32Ora, querem exclusividade nas contratações pelo jeito, mas esquecem da qualificação técnica; além disso, a Constituição é bastante clara – a discriminação é crime (e exigir que os candidatos as vagas sejam indígenas é discriminação). O que a lei prevê para concurso público é a reserva de vagas para determinadas situações (notadamente portadores de necessidades especiais); reserva de vagas fora dessas condições é crime.
 
JONAS
em 14/05/10 às 22:18Era só o que faltava, indio mandando na Prefeitura…querendo cargo público também…é o fim da picada
 
 Esses comentários estão lá pra todo mundo ler.
 Esse comportamento preconceituoso infelizmente ainda é bem presente nas cidades próximas as aldeias no estado do RGS. Como indigena me sinto no dever de publicar isso para que todos nós indigenas possamos refletir sobre a cruel imagem que o homem “civilizado” tem do povo indígena.
Somos um povo que luta diariamente para conquistar nosso espaço na sociedade, não como mais um apenas, mas como primeiros donos dessa terra que aos poucos foi sendo roubada de nós, é inadmissível que em pleno século XXI esse tipo de comentário seja ainda publicado num país que se autodenomina multiétnico e livre de preconceito. Fica aqui o nosso protesto, publicado para que os demais parentes do país juntem forças com a gente pra acabar com esse tipo de acontecimento, que a nós também é visto como uma tentativa de Extermínio de um povo, de outro modo, mas ainda uma tentativa.
  Laísa- ere kaingang
 Terra Indigena Guarita/RGS
 
Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. adorei a matéria , pois é isso que está acontecendo onde eu estudo hoje , nós indios que passamos por cotas e somos alvo de preconceito evidente, vlew qualquer perguntas respondas

  2. vejo que a vida das comunidades indígenas continua ás margens da sociedade….semana passada,minha mãe q é estudante de pedagogia escutou em um seminário sobre educação,na voz de um colega de turma que indio nem precisa fazer vestibular…que entra na universidade sem esse recurso….é lógico q eu além de consertar o equivoco ridículo,falei das dificuldades que vcs passam….como cidada estou me comprometendo a lutar pela cusa de vcs….é nobre,é verdadeira!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here