Os nossos anciões falam que antigamente tinha varias espécie de animais que andava livre na nossa area; mas quando os fazenderiros nos expulsou da nossa terra toda as nossas matas e animias foram destruido; principamente as onças que nunca vimos andar por aqui…

Os nosso anciões disse: que os fazendeiro matava direto este animais para comercializar; ou matava sem necessidade; e com isso nosso animais foram a extinção, e os poucos que restam estamos sempre lutando para manter a preservação. muara55555555555

Quando nós caçar não é com intenção de destrui-lo mais por precisão para manter o sustento da nossa familia, e sabemos que não podemos caçar diretamente porque impede dos mais animais se multiplicar… E precisamos conhecer que a natureza os animais tem seu periodo de reprodução e nestas época não pode caçar e antes de tudo temos que repeitar a nossa mãe nautureza.

forte guerreira anciãn
forte guerreira anciãn

Mais os fazendreio ainda continua madando e destruindo a nossa mãe natureza porque acontece varais vezes do fazenderio maltrar os animais e não houver punições com esses individuo que só tem intenção de acabar com a nossa riqueza naturais nosso pai Tupã deixou para todos.

Bainan Pataxó Hãhãhãe

bainanpataxo@gmail.com

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. açâo do homem não indigina está destruido o nossa planeta; aGanancia e, tanta. quer deixa eles cergo não sabendo quer este mundo acabando queir vai, fica com está herança? quer e, o dinheiro sim tudos vaõo sim acaba.O quer nòs sere humano vai ganha com isto esta na hora deste homemS. Gananciosso,e cergos. comeca a,enchegar a sua propio. sóbra e, ficar ligardo o quer esta acomtercido no mundo. as especer de animais cada anos quer passa esta dessapareicido ex. na nossa aldeia quandos nome de animais os ançioés conta a, história dós animais quer conhecer quando era aida criança hojé nâo exerte, mais isto nós deixa nós, indio muito triste sabemos quer nosso pai, tupãn deixo tudo perfeito mais ação do homem não indio em, busca pelas coisas materiais deixa eles cergos.eles, são responsável por sua escolhas. ass: MACIO TITIAH INDIO PATAXÓ HÃ, HÃ,HÃE.

  2. Olha que bacana a D. Egida Trajano nos “indios online” fico muito feliz… Olha eu vou contar uma pequena hostória, um dia eu fui conduzindo ela até a jaqueira em Nova Canaã, onde mora seus familiares, pensa em uma companheira boa para viagem, olha fui mim divertindo muito com suas hostória quando ela mim disse conheceu tudo aquilo em matas feixadas, tinha muita animais silvestre era uma fartura de tudo eles tinham liberdade que conheceu os meus avós que eram muitos amigos, e sempre andava nas aldaia circunvizinha que fazia todos aquele trajetos a pés, eu fiquei pensando se de carro já era difífil imagina na caminhada, mais pelas suas fisionomias ela expressava com alegria, e aquilo mim deixava muito feliz, lembro que toda hora ela mim chamava atenção que estava correndo muito; olha que eu ia no maximo 80 km,no asfalto, engraçado quando passei por cima das fezes de gado ela ficou comedo disendo que o carro ia deslisar que poria virar, ai eu e Maria sua filha só fatamos morrer de dar risadas, e ela ria tambem a viagem durou mais ou menos umas 04 (quatros) horas,esse tempo todo ela batendo papo e mim chamando a atenção prá não adar em alta velocidade, e eu claro respeitando alei do transito e a nossa anciã, chegando lá fiquei mais surpreso ainda as irmã de Egida, tinham mais idade do que ela, eu fiquei admirado com tanta resistência daquele povo onde tinha uma que Maria mandou eu perguntar se ela queria ir embora pra aldeia caramurú e perguntei; ela respondeu com tom de medo e revolta, “Deus mim livre” disse ela, e eu curioso pergunte, por que? ela foi mim contar a história, olha é lamentavel, prefiro não entrar em detales, vamos falar só de coisas boas e continuamos onosso passeio, famos lá na “jaquera” onde só mora os parentes dela, é uma comunidade grande, um povo acolhedor foram fazer uma comida a moda da casa, tudo original uma comida cozida a lenha, com uma culinária natural, foi uma recepção muito boa. Depois do almoço, famos conhecer os alambiques da região uma cachaça de primeira qualidade só que eu não faço mais o uso deste liquido maldito…kkkkkkkkkk só compramos alguns litros pra dar de presentes para os amigos aderente do alcool, mais já fui um deles…kkkkk, mais hoje graças a deus estou liberto…quando foi a hora de partir veio uma tristesa gostei tanto daquele lugar e aquele povo bacana. Até que eu fiquei de retornar, mais o tempo não permitio, mais com fé em Tupã, nós vamos retornar lá, de preferência com a nossa guerreira Egidia, olha´eu encerro por aqui que tupã abençoa todos os nossos anciões e vamos lutar pra nós termos a nossa aldeia como era antes, vamos dar exeplos e consientizar o povo que ñ podemos destrir com a mãe natureza…um abraço a todos…indios e não indios..

  3. Eu adorei esse site,gostei e saber como é o trabalho do meus parentes.Se um dia eu ver meu povo Maxakali vou gostar mais ainda!!!Parabéns parente pataxó e outras tribos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here