Nossa Vida Ontem e Hoje

Antes da invasão das nossas terras existiam apenas pessoas pertencentes a uma única raça porem de varias etnias todos eram indios porem de dialetos deferentes porem de uma filiação só com a invasão ficamos fragmentados e fomos obrigados a fugir das nossas origens, no nordeste como estávamos na linha de frente fomos os primeiros a serem massacrados, obrigados a não falar a nossa língua mãe, pois se ouvisse nós falando nos matavam muitos indios que fugiam era obrigado a viver de mascaras usar grafismos no corpo para se comunicar com os outros parentes, mulheres era obrigado a ter filhos dos brancos para servirem de escravos.

Pensando no passado que não foi o que desejava. É que buscamos forças para o nosso presente unindo forças, para planejar o futuro de um povo que busca dignidade e respeito somos capazes de mudar uma realidade ate hoje vivida estávamos sem saber como mudara, pois já não tia mos perspectiva de vida. As aldeias foram contaminadas por uma doença chamada individualismos as pessoas sabiam que implantando isto nos indios nos enfraqueceriam.

Com a implantação deste projeto indiosonline , estamos buscando fortalecimento entre nossos povos transmitindo energias espirituais e divulgando as nossas culturas e mostrando que ser índio e fazer ter respeito por um povo de costumes e tradições diferentes. Mostra que ainda não é desta vez, que vão para com nossos sonhos de viver em harmonia com os elemento fundamentais da nossa mãe terra, Amor, União, respeito, e fé.

Nunca envergonha de ser índio, pois ser índio é um presente de Deus uma dádiva da natureza, mostra para humanidade que todos somos filho de um único Pai Deus por tanto todos temos direitos de viver e ser feliz independente de raça ou cor.

Nhenety Korã

Aldeia Mata da Cafurna.

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Não sou índia mas, meus bisavós da parte materna eram índios portanto tenho descendentes. Li o seu texto e fiquei triste em pensar que no passado vocês foram tão maltratos e massacrados pelos brancos. Sou negra e da minha parte paterna meus bisavós foram escravos e só de imaginar o sofrimento deles me dói até a minha alma.
    Graça a Deus estamos caminhando para a liberdade pois ainda há pessoas que alimentam o preconceito e a arrogância de se acharem superiores à tudo e a todos.
    Estamos no caminho certo se informatizando, pesquisando e o melhor de tudo há pessoas como eu e você que não esquece as raizes e passamos para os nossos filhos a importância de valorizar a nossa raça.
    Espero que você entre em contato comigo.

  2. Acho legal e muito importante o q vc está fazendo!continui assim,afinal eu tb sou de origem indigena e sei o quanto já sofremos,e tb sei q ninguém tem direitro de se achar superior a outro e impor suas próprias regras para outros obedecerem.tb já participei de varios programas contra o pré conceito mas parece q vai demorar p nos ouvirem!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here